Bonita olhando meninas

vaidade

2020.11.10 20:20 laetitiavanzeller vaidade

eu tenho uma doença no olho que é muito relacionada a alergias, daí eu tava olhando um grupo no FB sobre e tinha umas meninas falando sobre extensão de cílios, algumas inclusive contando como mesmo o médico não recomendando faziam de qualquer jeito.
eu sei que existe uma pressão muito grande na gente de ser bonita, e ser bonita enquanto mulher é quase sempre ser artificial... mas eu fico muito chocada em como as mulheres reproduzem isso tão intensamente. sei lá, vejo a quantidade de mina que boa parte da personalidade se resume em maquiagem e tratamento estético e roupa. eu tento não culpabilizar ninguém mas tenho muita dificuldade de conviver com gente assim. pior que às vezes rola umas generalização de que toda mulher é assim, de como isso é coisa de mulher e uma certa cobrança entre nós mesmas para gente se submeter a isso.
inclusive eu fico pensando que uma das grandes vantagens de eu tido uma auto-estima bosta qnd era adolescente foi q eu simplesmente larguei de mão esse tipo de esforço e nunca me obriguei a nada.
submitted by laetitiavanzeller to ClubeDaLuluzinha [link] [comments]


2020.09.18 02:47 Benetton_Cumbersome Como foi o seu primeiro flerte da vida?

Eu lembro do meu, eu tinha 11 anos. eu viajava com meus pais para uma cidadezinha de montanhas que era meio alemã, não lembro aonde, tinha um trem na cidade que era usado principalmente para turismo, eu entrei, o trem andou e eu fiquei olhando pela janela...um momento o trem parou em um cruzamento e uma menina da minha idade mais ou menos parou com a bicicleta esperando o trem passar, ela era branquinha, com corte chanel e bem magrinha. eu achei ela bem bonita, então pela janela falei “FALA AE GATINHA!!! :D” ela olhou para mim, sorriu, deu uma risadinha e passou o dedo puxando o cabelo para trás da orelha. depois disso o trem continuou, meu coração bateu forte e eu senti muito orgulho de mim.
essa foi a minha história, qual é a sua?
submitted by Benetton_Cumbersome to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 02:40 iamassuregi Segunda chance ok, agora terceira, quarta e quinta ...

Preciso tirar isso do peito kkkkk então isso é longo
Eu conheço uma garota desde a sétima série, hoje tenho 24 anos. Essa garota por muito tempo foi minha amiga, mas sempre meio com vergonha. Kkkk eu não tinha uma boa aparência na época (e em minha defesa todo adolescente é feio) e hoje, olhando para trás, sinto que ela tinha vergonha de mim.
Em 2017 ela me apresentou a um amigo dela. Muito estranho, o cara tinha uns 40 anos e era amigo de uma moça de 21... Um dia fui dormir na casa dela, na época levei o PlayStation e ficamos jogando. Uma das irmãs, que tinha 15 anos aparece, totalmente bêbada. E esse coroa trazendo essa menina. Eu fiquei indignada, pois ela estava muito bêbada mesmo, até vomitou e desmaiou. Eu fechei a cara quando vi isso tudo e só pensava em chamar uma ambulância ou a polícia. Lembro que ele falou algo como: "Ela estava na minha casa com a minha filha, tomou só um pouco" e eu retruquei: "Ela tem quinze anos. Não devia ter tomado nada".
Esse foi o meu primeiro erro. O cara pegou raiva de mim aí.
Enfim, noutro dia fui pra minha casa e segui a minha vida.
Na época da escola éramos um trio: eu, essa garota e outro amigo. Esse moleque não era amigo dela há um tempo.
Outra visita a casa dela e ela me pergunta dele. Eu falo a verdade, que disse que nunca mais queria falar com ela. Tinha morrido pra ele. Volto pra minha casa e quanto estou deitada já, vejo uma ligação. Era o coroa me ligando.
Ele gritou comigo, disse que se fosse para eu falar desse amigo que eu não pisasse mais o pé na casa dela. Queria saber o que ela tinha feito pra ele, e eu apenas respondia: pergunta pra ela!
No dia fiquei morrendo de medo. Depois chorei de raiva. Mandei uma mensagem pra ela, dizendo que precisávamos conversar. No outro dia ela me respondeu, dizendo que iria falar com ele. Depois veio com uma conversa que não podia escolher lado pois não tinha ouvido a ligação para dizer o que cada um disse.
Depois disso me afastei, me ocupei com trabalho. Respondia ela pouco. Meu erro também, devia ter bloqueado nessa época. Também comecei a me arrumar bastante, me cuidar mesmo e a ter encontros kkk (e sim, agora sou bonita)
Ela me chamava para ir na casa dela sempre e dizia: leva o videogame, não tem nada aqui para fazer. Ela mora noutro bairro, muito contramão pra ônibus, então eu andava meia hora com um PS4 mochila, chegava lá morrendo. Eu acabava dormindo lá pois sempre ficava tarde pra voltar. Um dia eu falei pra ela que tava muito zoado para ir, pois estava tendo assalto direto e eu não poderia dormir pois tinha compromisso. Ela disse: então deixa o vídeo game aqui. Depois você busca.
Aí sim eu descobri, ela só queria jogar.
Então fui me afastando, até que ela surgiu meses depois fazendo perguntas sobre esse maldito videogame. Eu não entendo muito, tinha comprado ele no fim de 2016 pois foi uma baita promoção e eu usaria para ver vídeos do YouTube e alguns jogos que eu tinha visto gameplay. Mas por causa do trabalho quem usava mais era a minha família, para assistir. Então eu realmente não sabia responder nada. Foi uma semana de questionamentos até ela me pedir a minha conta da PSN. O coroa tinha dado um videogame para ela. Meu sangue ferveu, e eu disse que não. Ela veio com uma conversinha do tipo: "você não confia em mim?" Eu apenas disse: "sei que você não vai pegar nenhuma informação minha, mas não empresto pra você. Meses sem falar comigo e quando volta quer favores?".
Ela sumiu por três dias e quando voltou disse que não poderíamos mais ser amigas. E começou a escrever um textão. Eu simplesmente dei block e deletei o número. Isso foi no fim de 2018.
Nessa época eu estava meio mal, mudei para um emprego de meio período e fui passando sem comprar muita coisa. Vendi o videogame e resolvi estudar para entrar numa universidade. A situação financeira aqui em casa apertou tanto que eu praticamente sustentei a casa por uns meses com um salário de meio período. Deixei muito currículo mas nem chamavam... Enfim.
No fim de fevereiro desse ano entrei no meu Facebook e tinha várias mensagens dela, das irmãs, pedido para eu mandar mensagem pra ela. Eu sou muito curiosa, então não aguentei. Passei o meu número para a irmã e disse que entrar em contato comigo. Ela falou comigo e pediu desculpas.
E eu aceitei, pois estava numa paz e estava tentando mudar, ver o melhor nas pessoas. Estava muito de boas mesmo.
Ela veio perguntar da minha vida, eu disse que estava estudando e trabalhava algumas horinhas por semana.
Aí ela me pediu uma dicas para estudar pra FUVEST/Enem e acabamos combinando que eu poderia ajudar ela a estudar.
Desde 2019 eu estava muito calma, não me irritava com ninguém e também toda semana tirava um momento pra refletir os pontos da minha personalidade que tinha que melhorar. Mas eu fiz um grande erro: ser gentil não é ser otária. E eu estava sendo uma otária.
Acabou que o corona apareceu e bagunçou a vida de todo mundo, mas continuamos nos falando. Ela comentava lugares que queria ir e eu dizia "ah, depois do corona a gente vai". Acabou que a primeira oportunidade foi esses dias, quando sp começou a permitir que cursos extracurriculares voltassem. Decidi que iria fazer um curso de japonês, pois estava meio deprimida e queria algo para ocupar a cabeça. Chamei ela para dar uma olhada comigo na unidade da escola.
Eu já tinha comentado com ela que estava ficando bem ocupada recentemente, então podia ser que eu esquecesse de ver as mensagens. Falei pra ela que sábado ficaria fazendo um trabalho. Então sábado de manhã fomos ao curso de japonês e quando voltamos ela se convidou para ir na minha casa. Eu, por causa de estar ocupada e cansada, não queria ninguém aqui, então só disse que outro dia a gente marcava.
Depois disso ela nunca mais de respondeu. Ela tinha parado de falar com o coroa quando voltou a falar comigo, mas deve ter voltado.
Essa novela é tão grande e ruim que vou acrescentar uns detalhes aqui:
O que eu aprendi de tudo isso? Não fique perto de quem faz mal pra você. Seja gentil, mas não seja besta.
submitted by iamassuregi to desabafos [link] [comments]


2020.09.17 23:09 Mickael_Bruno Eu tô adorando peitos

Eu nunca fui de ficar com muitas garotas, na verdade eu demorei pra entrar nessa coisa de sentir atração pelas pessoas e tals, mas desde que eu comecei, o meu padrão de menina era sempre garota muito magras, eu tinha/tenho muito tesão nisso, nunca liguei muito pra peito, e bunda, desde que fosse bonita fds o tamanho, mas nos últimos dias eu não sei pq, mas eu tô sentindo muito tesão em peito grandes, não sei se é simples o meu gosto mudando por causa da idade sla(tenho 17), ficando mais abrangente, ou se é pelo nofap setembro, mas sempre que tô no Instagram ou no whatsapp e vejo alguma mina com peito grande fico olhando e achando simplesmente lindo ksksksksks
submitted by Mickael_Bruno to sexualidade [link] [comments]


2020.09.16 03:26 DoWidzenya Hoje uma garota cruzou o olhar comigo e sla, isso aumentou minha autoestima

Pelo titulo, parece bobo, eu sei, até por isso eu só to postando isso só aqui.
Mas enfim, eu não sou muito de sair de casa, sou bem na minha, e sou bem tímido até. Embora tenha dias e contextos que eu sou mais extrovertido.
Só pra vcs entenderem um pouco melhor, Eu tenho 17 anos, por volta de 1,75, sou moreno, uso óculos, e tenho um corpo médio, nem muito magro nem muito gordo. Eu não me considero feio, mas eu tbm não me considero bonito, eu sou na média eu acho, mas sla, eu acho que eu não penso tanto na minha aparência num geral.
Mds eu saio muito do assunto
O que aconteceu é, hoje eu fui pra academia, to fazendo academia faz umas três semanas, mais por saúde mesmo. Não é tempo o suficiente pra fazer alguma mudança então isso não interfere tanto na historia. Minha irmã (dois anos mais nova) tá indo comigo inclusive.
Enfim, lá estava eu, perdido como sempre, pq eu tenho uma memoria horrível e nunca lembro os exercícios, conversei com o professor, e fui fazer meu exercício. Eu nunca sei pra onde olhar enquanto to fazendo o exercício e eu tbm acho estranho ficar se olhando no espelho da academia então sla, eu fiquei passando o olhar de equipamento pra equipamento só observando as coisas. Nisso eu reparei que uma garota do outro lado da academia tava olhando pra mim, ela é bem bonita (parecia nova lá tbm inclusive, pq ela parecia estar um pouco perdida) na mesma hora ela desviou o olhar logo depois que eu desviei tbm. E isso aconteceu algumas vezes, umas 3, por aí (não que eu quisesse, eu não sei como agir quando acontece contato visual, é só que aconteceu)
A menina tava com uma amiga dela tbm
Depois disso, eu subi pro andar de cima, fui fazer outras coisas, e desci depois pra encher a garrafa de água. De novo, a gente se olhou, desviou o olhar, e seguiu assim.
Minha irmã conhece as meninas parece, elas conversaram um pouco hora que eu não tava lá, e hora que a gente tava indo embora, eu saí primeiro, depois as duas meninas, depois a minha irmã. Nesse meio tempo que eu tava esperando ela, eu e amenina paramos frente a frente e ela parecia que ia falar aluma coisa. Sendo o idiota que eu sou eu olhei pra outro canto por pura vergonha e minha irmã saiu bem na hora, aí eu puxei ela, aí a garota falou tchau pra ela, e a gente foi embora.
Eu. não. sei. lidar. pqp
Depois eu parei pra pensar um pouco e sla, isso me deu um pouco mais de confiança na minha aparência eu acho.Até porque eu não interajo com muita gente, numa festa ou coisa assim eu geralmente sou a pessoa que curte mais observar os outros conversando que entrar na conversa. Mas meu problema é mais começar uma conversa que conversar.
Resumo pra quem não leu tudo: Uma garota e eu trocamos olhares varias vezes hoje, eu não tive coragem de conversar, mas isso me ajudou um pouco a entender que alguém pode ter interesse por mim sem ser pela personalidade.
submitted by DoWidzenya to desabafos [link] [comments]


2020.09.15 07:33 little-Flower_ O menino que eu tenho uma quedinha mas nem sabe que eu existo 😍😍

Bom se o seu nome for Túlio talvez seja de você que eu esteja falando,briks,bom ano passado no fim de ano achei um menino bonito em Minas,eu fui praticamente TODOS os dias pra pracinha na intenção de achar ele,nem que seja pra olhar de longe,pelo simples motivo eu tenho uma vergonha absurda pra falar com qualquer pessoa,eu gaguejo até KKKKKKK,acho que são inseguranças de outras pessoas que gostei,voltando ao assunto,só consegui ver ele duas vezes,uma passando na rua pra jogar bola com meu primo,outra na rua de noite,ele foi abraçar alguém,uma mulher mais velha já,fiquei olhando pra saber quem era,é não era ele?fiquei toda sorridente,bobinha por ele,ele até me olhou mas eu não sabia quem era,tive que ir embora infelizmente,tava esperando meu primo chegar(tinha ido ficar com alguma menina)eu fiquei parada na rua esperando minha família me acompanhar,eu tava me achando muito bonita naquele dia,minha autoestima tava lá no topo,olhei pra ele,eu tava quase ido embora mesmo então olhei bastante pra ele,não tinha mais nada a perder,nisso que eu olhei nossos olhares se cruzaram,sei lá foi intenso,sei que pode ser muito besteira,mas pra mim foi especial,acabou que não aconteceu nada demais,mandei solicitação no facebook(sim eu ainda uso Facebook,bem pouco?sim,mas uso)minha amiga mandou mensagem pra ele pelo meu celular,por que até então eu não tinha coragem de mandar,ele simplesmente me ignorou,acabou que cancelei a solicitação no face e apaguei minha mensagem no whats,morri de vergonha,um tempinho atrás meu primo me disse que ele ia se mudar pra Brasília,fiquei triste afinal queria encontrar ele de novo,dessa vez tentar falar com ele,eu quero a amizade dele por que sei que não vou conseguir ficar com ele,tanto por insegurança minha quanto ele não me querer também,Bom Túlio se por ironia do destino você ler isso,vamo ser amigos rapaz KKKKKKK,prometo que vou ser uma amiga boa,tamo aí pra qualquer coisa Muito obrigada por ler até aqui💜 15/09/20//02:32
submitted by little-Flower_ to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 02:44 Hands_of_Axe Primogênito do Sol

Capítulo 1 ( Introdução )
“Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.” - Êxodo 20:12
Com o adoçado cantarolar das aves ao amanhecer, o dia ganhava vigor. O despertar daquele que se esvai, como um garoto medroso, na calada da noite, o Sol, marca o início do novo dia.
Um menino acorda com a claridade forte do Sol esquentando o seu rosto. Seu nome é Lisso, um jovem comum de cabelo negro e liso o qual chegava a tocar os ombros. Tem uma estatura na média, é magro e fraco, nunca se destacou em nenhum esporte em particular, mas sempre quis participar de todos, mesmo não tendo qualidade nenhuma. Está no primeiro ano do ensino médio, com 15 anos.
O jovem levanta ansioso, amarra seus longos fios de cabelo com um elástico negro. Veste seu uniforme escolar e desce as escadas correndo, quase tropeçando e caindo com o rosto no chão. Ao chegar no primeiro andar, uma jovem de cabelos negros olha para o garoto com um sorriso no rosto. Ela era bonita e tinha um semblante calmo e suave. A cor de seus cabelos, que chegavam até suas coxas, era negra e brilhante, como uma pedra preciosa de uma princesa. A mulher aparentava ter vinte anos, ela era a mãe do jovem Lisso. O garoto corria até a mesa esperando um prato delicioso feito por sua mãe. O cheiro de pão quente deixava o garoto cada vez mais ansioso para comer, até começou a babar de tanta fome.
Sua mãe fala em uma voz doce e gentil, que faria aflorar em no garoto um sentimento de segurança e afeto, como se aquela voz fosse a de um anjo.
- Terminei, está pronto para comer meu filho? - Ela fala de costa para o garoto, pega o prato e caminha até ele, um som de gota tocando o chão é ouvido.
- Claro, mãe! Estou morrendo de fome... - a barriga do menino ronca
Em passos lentos, a mãe chega até a mesa e o cheiro do pão enlouquece o menino. Porém, ao colocar o prato na frente do garoto, o mesmo arregala os olhos. Apavoro e desespero ficam visíveis em seu rosto, o garoto fica paralisado por alguns segundos olhando para aquilo que deveria ser sua refeição matinal.
- Ma...mamãe? - Lisso fala gemendo em um tom baixo, e um som de gota tocando no chão é ouvido novamente - O que é isso....?
- Seu lanche meu amor – a voz doce de sua mãe responde ao apavoro do garoto com tranquilidade.
- Mas... - ele engole em seco – isso é uma mão humana? E está sangrando? Mãe... - Os olhos arregalados e brilhantes, os quais refletiam aquela mão humana, se viravam juntamente com a cabeça do garoto, em busca de olhar para sua mãe. Então, paralisa de vez. Não consegue mexer sequer um músculo, seu cérebro para de pensar, seu corpo fica mole e pálido, o que o garoto estava vendo amedrontava-o no fundo de sua alma. Uma gota cai no chão, outra em seguida, depois outra. Uma poça escarlate se forma no chão, perto da mãe de Lisso. A origem das gotas era do próprio braço da mulher, a qual sorria com um liquido vermelho escorrendo de sua boca que logo começará a pingar no chão em sintonia com as gotas de seu braço.
- O que foi filho? Pode comer, a mamãe fez com muito amor. - ela começa a se aproximar e toca no rosto de Lisso – Afinal você quem fez isso com a mamãe, neh? - Lagrimas começam a escorrer do rosto da mulher, enquanto o garoto ainda está inerte com a situação, ele tremia e seus olhos ainda estavam arregalados, quase pulando para fora do seu rosto, porém o brilho deles havia sumido por completo – Por que você me matou, Lisso? Eu não fui boa o suficiente?
O cérebro do menino começa a funcionar de novo, porém ele só tem uma reação, gritar. Lisso grita muito, sem parar, até que ele acorda dentro de uma pequena tenda branca e apertada. De seus olhos lagrimas surgem sem parar, ele fica imóvel olhando para frente enquanto coça a sua própria mão, e fala baixo:
- Não.... eu não o fiz .... mamãe...
Uma jovem loira com voz aguda coloca o rosto dentro da tenda pela entrada. Ela vê a situação e fala.
- Ei ei ei, bebe chorão. Estamos quase chegando, não vai desistir agora. - Ela fala em um tom provocativo – Tomei um susto com essa gritaria, não faz mais isso, tá bom?
- Desculpe – Lisso fala em tom baixo – Foi só um pesadelo.
- Que bom, estamos chegando no lugar da prova, fique pronto. Logo o sol irá despertar e continuaremos.
O garoto respira fundo e dá alguns tapinhas no seu rosto para retomar a coincidência. Ele empurra a cabeça da menina para fora da tenda e sai junto a ela. Se levantando olhando para os raios do sol que começam a surgir no horizonte.
- Você está certa, o despertar do sol está próximo.
submitted by Hands_of_Axe to u/Hands_of_Axe [link] [comments]


2020.09.10 23:51 Helamaa 😳👉🏻👈🏻

a carência tá imoral e eu tô procurando uma namoradinha, se vcs conhecerem alguma mina que tenha esses requisitos, me avisem redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, , jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, fã da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gameri, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memorização de baralhos, timida, mãe de pet, hidratada, não consumidora de açucar, saudável, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipnóloga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que não tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Raça: nórdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Crânio: dolico ou mesocefálico Óculos: não Aparelhos: não Queixo furado: não Covinhas: não Orelha presa: não Orelha de abano: não Franja em V: não Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: não Graduação: apenas cursos voltados à pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matemáticas: sim Idiomas: fluência em inglês e mais outro idioma Álcool, cigarro, drogas: não, nenhum Personalidade: introversão Cultura: europeia ocidental RELIGIÃO: Cristã Ortodoxa Gostar de escutar rogério skylab:
Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab. O humor é extremamente sutil e, sem uma compreensão sólida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador médio. Há também a visão niilista de Rogério, que está habilmente tecida em sua caracterização - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os fãs entendem essas coisas; eles têm a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas não são apenas engraçadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseqüência, as pessoas que não gostam de Rogério Skylab são verdadeiros idiotas - é claro que eles não apreciariam, por exemplo, o humor no bordão existencial de Rogério "Chico Xavier é viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que é uma referência criptíca para o épico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas coçando a cabeça em confusão enquanto as músicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos… como eu tenho pena deles. E sim, a propósito, eu tenho uma tatuagem do Rogério Skylab. E não, você não pode vê-la. É só para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antemão que possuem um QI com diferença absoluta de no máximo 5 pontos do meu (de preferência para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no chão + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + café gelado sem açúcar + hipismo + compilação mitadas Enéas + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + meditação iasd + músicas para concentração, foco e inteligência + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + essência de morango da turma da mônica no narguilé + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + óculos do aécio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do estádio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resiliência que resiste à humilhação como se ela fosse nada + tomar banho descalço em chuveiro de academia com chão mijado + musculação caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por mês + PUA + Selo super fã da fúria e tradição + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o cú + meditação transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach quântico + enema de café + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O Método de Wim Hof + sabedoria hiperbórea + artigos da Nova Resistência + Biblioteca do Dídimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer amém quando um 1113 azul passar por você na rua + 100 flexões por dia + 6 meses de jelq + injaculação guiada + sociedade thule + energia vril + chapéu de alumínio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anotações smiliguido + pedir a bênção ao carteiro toda segunda de manhã + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar café + exercícios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercenários + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabeça + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + vídeos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atlântica de madrugada + ouvir músicas em velocidade aumentada + canto gregoriano árabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situaçoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Botânico + Radiestesia para harmonizar vibração da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a oração EU SOU + ler O Código da Vinci + Jesus Quântico + Barra Fixa na praça de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resistência) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o avô + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Plínio Salgado para as crianças + Limpeza de 21 dias de São Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com calça jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca começar o treinamento + vender máquina de cartão de crédito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho político suspeito + café com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refeição do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetogênica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensadão + 2 cápsulas de Tadalafellas antes do sexo + só comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da página Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Astúrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n°18 com portão vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibiótico no café da manhã + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos últimos meses falando "dur hur você não sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e não encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou tão óbvia, que eles não tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo vídeo, NÃO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudanças climáticas naturais, junto com a separação gradual dos continentes, é que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma região muito especifica. Agora só falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpretação de pessoas que não sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. São apenas aves e mamíferos ancestrais de milhões de anos atrás. E antes que eu me esqueça, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
É fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. Não há um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente são tão simples. Entretanto, com estudo e meditação o caminho começa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que você quer começa com noções do pensamento Helênico. Entenda que boa parte da visão de mundo cristã vem da antiguidade clássica, principalmente as noções de harmonia e belo. Não te peço para ler tudo o que já foi jogado ao chão pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia básica dos quatro humores gregos, e que essa é uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles serão utilizados no futuro de forma metafórica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado não há conexão com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem é Platônica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da confluência da cultura grega com a egípcia, incluindo a alquimia. A tábua esmeralda é um texto obrigatório. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alquímica, porque será importante para você no futuro. É dentro da alquimia que irão discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). Não se pretenda nenhum mestre dos espagíricos, porque os químicos farão isso melhor do que você. Entenda que não havia essa separação absoluta entre o material e o espiritual, então os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da história. Entenda também que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros à química.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja difícil dar atenção à Cabala Judaica com o surto conspiracionista chanístico sobre a índole de todo um povo, mas querendo ou não o judaísmo é o Pai da fé cristã, sendo Jesus judeu. Entenda que a árvore da vida é um estudo sobre Deus e suas emanações, e dela virá uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar também tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Evangelion Fullmetal Alchemist K-on! Naruto Shingeki no Kyojin Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora♥️ Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky☆Star Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama♪ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka☆Magica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
NÃO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavrões As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos 🍷, isso é coisa de dama) As que vão para balada, festa, rave etc As que postam foto com decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando você colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em várias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a única coisa que você faz é que as pessoas tenham desejo sexual por você, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que você vai ficar tão emocionada com os 500 likes, 120 comentários e as inúmeras mensagens privadas! Você vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles não se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, não importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educación con seu sonrrisa,
As que já ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um único ano As que não trabalham ou estudam (ou que estão em um curso irrelevante de humanas) As que não sabem o básico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que estão pedindo presentes sempre As que já estão comprometidas As não gostam de crianças ou dizem que não querem ter filhos (pessoas que não querem ter filhos não são confiáveis) As que tem piercing de bufalo
submitted by Helamaa to smurfdomuca [link] [comments]


2020.09.10 16:09 henrylore Najiyu Ep 7 - Nós vamos em busca de pistas! Ao trem! Yahoô

H: *olho volta pra cor normal
P: seu olho voltou ao normal
H: ... oq vc acha q ta acontecendo
P: eu nao tenho a mínima ideia
L: ...
Ne: a gente vai ter que ir pra naji
Ar: v-voce tá doida??? não lembra das missões que mandaram você pra lá? ou qualquer pessoa? ninguém voltou!
v-voce tem certeza???
Ne: não, mas é a única coisa q a gnt tem pra fazer
Ar: ... ferrou.
Ne: então, ponce ne?
P: sim
Ne: a gente precisa pegar uma arma pra você então venha escolher
P: ok!
H: Arthurzao? tá tudo bem?
Ar: *olhando fixamente pro corpo da Winry
... é
H: ta claramente vc n tá bem..
Ar: ...
H: quer conversar?
Ar: *fala sem parar de olhar pra cena
só se você jurar guardar segredo.
H: ...
**tempo depois
H: onde é aqui?
Ar: aqui é o bar do Christian, é um velho muito maneiro aqui da ordem
H: hmmmm
L: bem que eu tava com fome mesmo.
Ar: *abre a porta
Christian...
*surge um cara de dentro de uma cozinha, um cara velho, com um cabelo branco curto, e uma barba longa, sem o braço esquerdo, se apoia no balcão apenas com o único braço
Ch: (uma voz meio de um cara velho)
alô? ah, Arthur! oq houve? você sempre me grita meu caro.
Ar: rolou uma coisa meio ruim agora mesmo, a ordem inteira tá em alarme.
Ch: heh morreu alguém?
Ar: ...
Ch: ah.. Winry..
H: como você sabia?
Ch: ah, deixa que o Arthur te conta, eu tenho que fazer as bebidas
L: ce viu isso mano o cara não tem um braço
H: conta aí Arthurzao
Ar: hmmmmm
H: *bebe refri
Ar: mano... eu gostava de Winry e eu ia me declarar assim que as coisas se acalmassem e tal
mas eu acho que isso nao vai acontecer
H: *cospe um pouco de refri e olha pro Arthur
-'
**ali do lado na loja do ferreiro
Ne: *encostada na porta esperando a ponce
escolhe o que você mais acha que vai ser legal pra você
P: hmmmmmm
*olhando pra todas as armas 5 vezes
Ne: ...?
P: hmmmmm...
Ne: quer ajuda?
P: sério, eu não sei
Ne: tá, olha só
*olhando
espadas são pra pessoas que gostam de ir corpo a corpo, mas você tem que estar atenta a todos os lados pra se defender
lanças são pra pessoas que atacam de longe e de perto, são bem equilibradas
e arcos...
P: ARCO é isso eu quero um arco
Ne: horizontal ou vertical?
P: ... vertical
Ne: *tenta alcançar na última prateleira da oficina mas não alcança
...
P: fofinha
*segura a Nevaska e levanta um pouquinho
Ne: *pega o arco *entrega pra ponce
P: hmmmm
Ne: só não temos flechas, a gente vai ter que pedir pro ferreiro faze-
P: nao precisa!
eu dou meu jeito
Ne: mas é so-
P: a gente não tem tempo, vamos amiga
*segura a mão da nevaska e puxa ela pra fora da ferraria
Ne: que
**de novo no bar
H: ... MANO
Ar: ...
H: é mais pesado do q eu pensava...
Ch: *volta e coloca as coisas na mesa
ah que trabalho, heh
L: *colocando o braço pra dentro da camisa pra ficar sem um braço tbm
Ch: ... tá tudo bem aí menino? heh
L: hmmm, tudo bem
Ch: tá querendo ficar sem braço também? heheheh isso é engraçado
L: cara você não tem um braço como assim
Ch: ah querido eu perdi a muito tempo atrás né? tava numa batalha e o cara resolveu cortar ele fora, aí eu fiquei assim né
L: e aí você ficou sem?
Ch: e o que eu poderia fazer? não tem como eu colocar meu braço de volta, infelizmente eu ainda não sou um lego
hehehehehehehe
L: que maneiro!! e o que você fez com o braço
H: -'
Ch: ...heh o... que você quer que eu faça cara? heh
eu queria botar na porta do bar dando oi ali mas acho que seria muito macabro não? heheheh
L: ahuehee
mas isso atrapalha você?
Ch: nah depois eu acostumei! heh
so me atrapalha pra pegar as bebidas mas é tranquilo
L: quer ajuda aí?
Ch: claramente! heh vem ver minhas bebidas premiadas aqui
L: hmmmmm
*vai pra cozinha
H: cara... mas- você não acha que vai superar isso?
Ar: meh talvez
H: escuta aqui talvez a gente consiga achar algo para conversar com ela! tenho certeza de que ela tá feliz com você aqui
e ela ficaria ainda mais feliz se você fosse descobrir e prender o shibaru
Ar: ... você tem razão cara.
eu irei socar a cara desse shibaru
H: tu vem com a gente ?
Ar: não sei...
eu vou pro festival da música, então ajudo vocês lá na investigação
H: ai sim, eu curti
Ne: *abre a porta gente?
**no anoitecer
Ne, H, L, P e Ar: *olhando pra um túmulozinho escrito "Winry"
Ar: ...
H: *da dois tapinhas nas costas do Arthur
Ar: eu vou arrumar as coisas por aqui e logo sigo missão ok?
Ne: acha que consegue cuidar das coisas lá por mim?
Ar: claro, mestre.
Ne: hehe vai lá fica bem tá?
Ar: pode deixar
H, P e L: *com mochilas prontos pra partir
Ne: tão prontos
L: nunca nasci mais pronto
H: pera você nasceu quantas vezes?
P: tambem, quase morreu ali na pirâmide
L: aaaah qualé
Ne: ele não quase morreu gente
**começam a andar
H: como assim
Ne: quando a pessoa está hipnotizada, 80% do dano causado a ela vai pra versão dark dela
então o dano que o lusk tomou era reduzido
por isso que o bicho morreu antes dele
entenderam?
L: entao por isso tu deu um tempão ao invés de me ajudar?
Ne: sim eu sabia q você não ia morrer
H: oloco vc
**chegam numa estaçãozinha de trem
H: "MayGabi"
que isso
Ne: é pra onde a gente vai
*senta no banquinho
L: Esperemos.
Ne: olha só, tomem cuidado tem altos níveis de pessoas aqui que esquecem as coisas no trem
H: ué pq as pessoas esqueceriam as coisas aqui?
Ne: não sei mas tomem cuidado, não esqueçam nada
L: pode deixar
H: *ve o anoitecer
vocês também sentem algo familiar quando olham pras estrelas?
Ne: *olha pro henry
hm?
H: eu não sei eu sempre senti algo quando olhava pras estrelas
é bem... familiar
Ne: *dá um sorriso e olha pra ele
talvez sua infância tenha sido algo tão curioso quanto a vastidão do universo
amnésia infantil é algo comum da gente ter
e resquícios de memória causam...
sentimentos e tal
P: *olha pra Nevaska e olha pra baixo
H: ta tudo bem?
P: nah so lembrei da minha família, nada demais
H: ... quer conversar sobre
P: hmmmmm talvez mais tarde...
L: o trem tá vindo
**trem chegando e freiando la de longe
Ne: ... vamos?
*olha pra todos com um sorriso
H: ... vamos
**trem para
*Lusk entra primeiro
*Nevaska em segundo
*Ponce em terceiro
*Henry por último
Ne: hmmm é por ali
(o trem tem cabinezinhas tipo o trem de Hogwarts)
Ne: vamos dormir separados né?
L: claramente eu não iria querer dormir aqui com nenhum de vocês.
H: *senta na cabine e mexe nos bolsos
hmmm..
*puxa um dos papeizinhos daquelas páginas do diário de raposas
...
*olha fixamente pra página
L: *bate na parede que dá na cabine do Henry
aí, da pra ver a cachoeira q você caiu daqui
H: *olha e vê, atravessando um lago, em contraste com as nuvens escuras e estrelas, a cachoeira lá longe, e uma pequena silhueta de uma casinha, onde só se vê a luz da janela
H: ... eu prometo voltar... é sério
isso é só-
*olha pro lago e vê o reflexo do rostinho da ponce, do lusk e da nevaska nas janelas
...
por um bem maior
*pega a página e guarda no bolso
*deita na mesa e dorme
...
*tempo depois
**acorda com um barulho muito alto
H: ????
*levanta
*olha pra fora e vê o trem parado e um pouco de neblina
alô? gente o trem parou
...
*sem resposta, abre a porta
*olha aos arredores e não vê nada
*abre a cabine da ponce e da nevaska
*vê as 2 dormindo, a Nevaska babando de tanto dormir
vish ninguém acordou
*fecha a porta e vai até o maquinista
*abre a porta do maquinista e vê ele dormindo
ué...
*ouve um barulho lá atrás e olha
??(pessoa com capuz marrom escuro): *sai correndo da cabine da nevaska com uma mochila
H: EI *corre atrás da pessoa
*tenta alcançar a pessoa
??²(um cara com orelhas cinzas e olhos azuis escuro): *aparece na frente do Henry derrubando ele
H: que?? quem são vocês?
*levanta
??²: ah... só... ladrões de trem
H: essa mochila não é de voces, vocês sabem disso né?
??²: agora é, então vê se não enche o saco
H: *abre a porta da cabine do lusk
Lusk, lusk, lusk LUSKKK
??²: ele não vai acordar, a minha amiga aqui botou todo mundo pra dormir
*aponta pra ??¹
inclusive... eu ainda não sei por que você tá acordado
H: eu sou imune a ilusões
*puxa a espada
??²: filosófico
mas não é imune a mim
H: *cai no chão do nada
??²: *faz uma força de gravidade em cima dele empurrando ele pra baixo
você não consegue nem se levantar depois disso?
H: assim não né fi
*olha pra ??¹
*troca de lugar com ela
??²: °°
H: *tenta segurar o ??²
*aponta a espada pra ele
devolve o que tu roubou.
??²: *segura a mão do henry e lança uma rajada de choque nele
H: *leva o choque e perde a chance de atacar
??²: *empurra ele na parede e segura pelo pescoço
... hm gostei de você
*da um socão na cara dele
H: *apaga
**no dia seguinte
H: *acorda
hmmm.... *vê a mesa, tudo onde ele tava antes
foi só um sonho?
*olha pro lado e vê a mochila da Nevaska
....?
que
Ne: *abre a porta
finalmente tu acordou hein-
EI
Q Q A MINHA MOCHILA TA FAZENDO AQUI
EU TAVA DESESPERADA PROCURANDO ELA SEU SAFADO E VOCE PEGOU
H: eu não peguei nada aqui
Ne: o que você queria na minha mochila?
H: de noite, uns caras vieram aqui e roubaram umas coisas
Ne: conta outra, eu teria acordado
H: hmph...
L: VAMO ACORDAAAAA
NINGUEM GANHA DINHEURO NA CAMA JA QUE ESTAMOS EM TEMPOS MEDIEVAAAIS
P: bom dia
Ne: o trem já vai parar
**trem para
**todos descem e olham nos arredores, uma vila muito linda, cheia de estátuas, uma torre do relógio enorme, uma esfinge, e muitas casas extremamente bonitas (não é na areia)
H: onde estamos?
Ne: na vila da MayGabi
**entram na vila
H: ninguém desceu com a gente?
Ne: não são muitos dias que as pessoas vem aqui
experiência própria
H: mas aqui é tão lindo...
??³: oi?
*aparece na frente deles
bom dia sr (uma menina com duas mechas amarelas, e uma roupa vermelha)
??⁴: fala aí (um cara com moletom preto, e um cabelo preto, e olhos azuis[tô me orientando pela skin])
Li: meu nome é Lily sejam bem vindos a vila
Hb: e o meu nome é hbiujkbn
Li: marrapais já manda o nome inteiro?
L: MANO que maneiro
H: WOOOW
P: *olha pra Lily
hmmmmm...
No próximo episódio de Najiyu:
Najiyu Ep 8 A rainha dos gatinhos
🐈
submitted by henrylore to Najiyu [link] [comments]


2020.09.10 15:58 henrylore Najiyu Ep 5 - Escrituras de uma antiga pirâmide de espelhos...

NAJIYU EP 5 Escrituras de uma antiga pirâmide de espelhos...
Ne: *para o cavalo perto de uma das árvores
{cenário: é um bosque bem bonito com árvores de acácia, apesar de ser um deserto é tão hidratado que nem parece ser um}
H: isso aqui é mesmo um deserto?
Ne: sim, expedições trouxeram um pessoal que controlava água pra cá pra eles hidratarem o lugar
isso aqui é quase que um oasis gigante
L: Hmmmm... me parece legal
H: é maneiro
L e H: *avistam de longe uma enorme estrutura de arenito, em formato triangular, uma pirâmide no horizonte
L: aquilo lá é...
H: uma puta duma pirâmide.
L: meu deus...
L e H: *abaixam um pouco o olhar e observam a vila
{vila: é bem simples n tem mt oq falar, tem várias pessoas vestindo verde, tem vários barris empilhados do lado das casas que são bem simples e bem arejadas, cheias de janelas}
Ne: aqui é a vila de samag
talvez vocês não conheçam, é por que ela é bem pouco conhecida mesmo
L: nao conheço mesmo não
Ne: eles gostam assim, eles dizem que são menos nocivos a tudo e por isso talvez seriam o foco do reino ou sei lá
coisa de gente humilde, eu nunca entendi
H: meh faz sentido
Vi¹: EI! (uma voz um pouco anasalada)
BOM DIA! Vocês são os caras que investigam né?
Ne: *com a mão em cima da cara tapando o sol q tá bem forte
a gente é mesmo
Vi¹: ah que bom que vocês vieram investigar.... eu não entendi nada, o farao nunca mais saiu e ficou aquele grandalhão lá bloqueando a passagem
H: grandalhao?
Ne: o golem de areia?
Vi¹: exatamente, ele não deixa mais ninguém entrar sei lá oq houve, tá tudo zoado naquela pirâmide
eu que não vou ver.
Ne: hmph, folgado
venham meninos
**eles passam por toda essa vila, que é bem amigável e feliz, por mais que estejam no meio do nada
**eles passam após serem abordados por 3 mil vendedores de biscoito e água com gás
Ne: finalmente chegamos
*para na frente de uma enorme parede em uma abertura que era pra ser a porta da pirâmide
*tira mochila e coloca no chão
eu acho que ainda tenho o código
hmm.... vamos ver....
*puxa um caderno preto e quando ela abre da pra ver uns desenhos de flocos, de lanças e outras armas, e também da menina da foto e o que parecem ser os companheiros dela
*no meio disso tudo ela acha escrito #34718 escrito
aqui
*levanta
*estica o braço e faz a lança dnv
*começa a cortar quadradinhos no chão
H: isso me lembra muito chocolate e me deixou com fome
Ne: *corta 10 quadradinhos e depois vai pisando neles em ordem
3, 4, 7, 1 e 8
**abre um buraquinho no canto
L: ah legal vamos ter que nos esgueirar pra entrar aí
Ne: faz um tempo q eu não faço isso
*fecha os olhos
L e H: *percebem a Nevaska diminuindo de tamanho e ficando pequetitica
H: meu deus ela vai virar um anão
Ne: *vira uma literal raposa
*entra no buraco
L: o que cáceres foi isso
H: nao me pergunta
**parede cai
H: woooow
Ne: *volta a ser oq era antes
caminho aberto, não?
L: caraaaaca aí você manda das paradas hein?
Ne: isso não é nada
L: aí mané, você tem essa habilidade?
H: Não.
**entram em um lugar bem escuro, mas é um corredor com poucas luzes no fundo
Ne: aqui a gente provavelmente vai encontrar
**ouvem passos muito fortes que tremem o chão
Ne: ele.
H: ele?
L: ah ferrou, ele não
H: quem é ele???
L: EU SEI LA DEVE SER O ELVIS PRESLEY
**surge um golem de 4 metros de altura feito de areia você consegue perceber ele "pingando" areia pra todo lugar que ele anda
Ne: ...
oi?
Golem: OOOOOOOOOO
H: maluco virou um berrante
L: EITA.
Go: *da um socão neles
Ne: *levanta parede de gelo e defende
Go: *quebra a parede de gelo
OOOO
Ne: *aproveita a surpresa pra cortar ele no meio com a lança
TOMA ESSA BANHEIRO DE GATO
Go: UUUUUUUU *desintegra em areia
H: era isso?
Ne: não abaixem a guarda, quando a pirâmide ver que a gnt tá passando deles muito fácil, ela vai summonar uma porrada
L: HÃ?
**spawna um golem atrás do Lusk
Go: *junta as duas mãos e bate no Lusk de cima
Ne: LUUUUUUSK
H: meu deus ele foi enterrado
L: *aparece segurando a mão do bicho
mão... pesada... do... cacete....
Ne: ah é, ele é maromba
H: *puxa a espada e corta a mão do Golem q o lusk tava segurando
WOAH isso foi legal.
Go: *mao desintegra e cai em cima do lusk em formato de areia
L: QUAL FOI MANÉ AGORA EU VOU CHEIRAR A CACTOS
Go: *tenta dar um soco com a outra mão no Henry
Ne: *enfia a lança entre os dedos do Golem
..oi
*começa a girar e corta ela de dentro pra fora
Go: UUUUUUUUUU
H: mas que barulho irritante esse bicho faz
Ne: agora ele não tem mais mãos.
sem diversão pra ele.
L: ...
H: ....
**spawna um golem atras do Henry e levanta e segura ele
H: OH NOUS
Ne: CAFAJESTE
*corre na direção do Golem²
L: EI ME AJUDA AQUI
Go: *se joga no Lusk e prende ele
L: AAAAAAAAAAAAAAAAA
Ne: *corta mão que tava segurando o Henry do golem²
H: *cai no chão
Go²: OOOOOOO *vai socar o Henry
H: *puxa a espada e CORTA PERFEITAMENTE
*corta a cabeça e o braço com um corte só
Go²: UUOOOOOOO *desintegra
Ne: boa 👍
L: AAAAAAAA
Ne: *olha pro golem e ve o lusk sendo sufocado pelo bicho
AI MEU DEUS
*faz um mini tornado na mão
*joga no bicho
TORNADO NEVASCA
*tornado entra no bicho e explode ele
L: AAA
Ne: que foi tá tudo bem? você se machucou muito?
L: ENTROU AREIA NO MEU OLHO SEUS CAPACETES AAAAA
Ne: a caraca
H: eu achando que era algo sério
Ne: *faz uma pedrinha de gelo na mão, aperta ela e derrete ela com o calor humano
*passa no olho do lusk
tá melhor agora?
L: valeu
**sentem um vento muito forte
*ouvem de longe: UUUUUUUUUUUUUU
H: agora tá vindo o trem da alegria
**aparece um GOLEM GIGANTESCO ENORME
HGo: OOOOOOOOOOOOOOOOOO
Ne: agora eu vou precisar de vocês mais do que nunca
L: pode apostar
H: eu to aqui
Ne: *tem uns flashback meio estranho
todo mundo morreu naquela época mas eu espero fazer diferente agora...
HGo: *dá um ultra socão com a mão dele que é do tamanho de uma árvore
Ne: *aperta o olhar e enfia com TUDO a lança no meio dos dedos do golem
DAQUI VOCE NAO PASSA VIDRO FRIO
L: EEEEEEITA CAÇAMBA
H: AHAUSHSHSNSJENE
hGo: *desintegra um pouco da mão mas nada muito grande
OOOOOOOOO
H: *puxa a espada e pula em cima da mão do golem
CHEGA AI MANEZAO
*enfia a espada e corta um pouco do braço
hGo(é pq hiper golem): *joga o Henry pra fora
H: *cai mas é segurado pela Nevaska pra não se estabacar no chão
hGo: *da outro socão no Lusk
L: *segura sendo arrastado
GRRRR AÍ SEU AEROFÓLIO
SEGURA ESSA
*soca várias vezes o punho do Golem
hGo: *começa a soltar areia pelo braço inteiro
H: *sai correndo e corta 4 dedos do golem
hGo: UUUUUUUUUU
*vem com a outra mão dar um socão neles
Ne: *vai pra frente e faz uma algema de gelo prendendo o golem
hGo: *tenta chegar com os dedos pra perto da nevaska
H: *corta 3 dedos e deixa só o mindinho e o polegar
acho que esses aí pode ficar
Ne: LUSK AGORA
L: *puxa o arco horizontal
*aponta na cara do Golem
*faz uma corrente de ar em volta da flecha e atira
*flecha entra dentro do olho do golem e explode a cabeça dele
**cai areia pra todo lado
H: AEEEEE
Ne: isso foi incrível.
L: QUE MANEIRO EU NUNCA PENSEI EM SOCAR UM CARA GIGSNTE!
Ne: aí... vocês dois....
eu acho que depois dessa cooperação de agora
a gente já é considerado um grupo ne?
H: sim
L: Exatamente.
Ne: então observem, tem uma coisa que nós, da resistência fazemos
ou fazíamos, no meu caso
*coloca a mão no meio
agora vocês colocam a mão de vocês em cima
H: *coloca a mão em cima
L: *coloca a mão em cima da do Henry
Ne: pela ordem.
H: pela ordem.
L: pela ordem.
**levantam as mãos
Ne: vocês aprendem rápido
??: quem são vocês?
e o que estão fazendo aqui?
Ne: *olha pro lado e vê
*uma pessoa de olhos pretos, marcas roxas no rosto, e uma expressão não muito legal
Ne: ah eai, também veio ver o que tá rolando na pirâmide?
??: *estende a mão e lança uma rajada de energia em cima deles
Ne: *se segura
o que é isso
H e L: *saem voando um pouco
OOOOOOAAAAH
H: caraca quem invocou Katrina?
Ne: QUEM É VOCÊ
??: *vai pra cima da nevaska e da um SOCÃO na cara dela que joga ela pra trás
Ne: *cai no chão
ai essa pessoa é diferente das outras
{a quantidade de poder obscuro que essa pessoa emana é tanta que é difícil ver a aparência dela}
L: *consegue levantar
eita...
*olha pro lado
HÃ?
H: *olhando pra pessoa meio assustado
AAAAAA
*coloca a mão do lado direito da testa, onde tem aquela espiral (q eu mencionei no 1 ep)
Ghhhhh
L: HENRY O QUE FOI MANE
Ne: Henry?
H: *sangrando um pouquinho pela boca
Ne: o que cacetes tá acontecendo, QUEM É VOCÊ
??: ÷ ¢¶÷
Ne: ?????? QUE
L: isso só pode ser um pesadelo
H: *sente uma dor indescritível na espiral que parece algo saindo
*sente algo puxando ele...
*abre os olhos e ele nao tá mais na pirâmide...
{henry se vê no quintal da casa do doke}
H: ...
*entra na casa e procura o livro das raposas
*olha no vidro do relógio de pêndulo do Doke
...
*vê ele mesmo com marcas vermelhas escuro descendo da espiral e o olho direito da cor vermelha
...
Do: *entra em casa
°[•π?
H: o que cáceres tu tá falando
Do: *olha pro Henry
H: *ve o doke com um cordão estranho
*arranca o cordão dele
....
*sente ser teleportado
*volta pro mundo normal
OOOOO
*ve uma ventania gigante vindo na direção dele
o que tá acontecendo
L: *na frente dele
TU APAGOU TA ACHANDO QUE TA NA HORA DE DORMIR???
H: ... *se olha no reflexo da espada e vê as marcas vermelhas voltando pra dentro da espiral
tá.
NEVA
Ne: OOOOOI
H: *ve o cordão naquela pessoa
O CORDÃO
Ne: *percebe
*faz uma parede de gelo pra parar a ventania de empurrar ela mesma
??: *vai pra cima da nevaska e da um socão na parede de gelo quebrando ela inteira
Ne: *vai pra cima da pessoa com a lança
??: *defende a lança e joga a lança pro lado
Ne e ??: *caem no soco e golpes
??: *consegue ganhar e chuta Nevaska pra longe
L: merda
*levanta e sai correndo pra socar a pessoa
L e ??: *caem na porrada também mas
Ne: *entra junto contra a pessoa mas os dois perdem
H: *joga a espada atrás da pessoa e troca de lugar com a espada
*segura a pessoa por trás
VAI LOGO CACETE ARRANCA O CORDÃO
??: *tentando se soltar a todo custo
££££££££
Ne: *arranca cordão
H e ??: *caem no chão
**todo o poder obscuro dela sai do lugar e eles sentem um alívio gigantesco
...
Ne: Uuuufa
que alívio
L: *senta no chão
AAAA agora eu sinto que poderia cagar caso isso fosse uma privada.
H: *levanta e coloca a pessoa do lado
tá tudo bem?
*vê as marcas roxas e pretas indo pro cordão
Ne: olha essa merda
*coloca no chão e enfia a lança no meio do pingente do cordão
tem algo aí
??: *acorda
a oi bom dia meu deus o que rolou?
H: você foi consumido por alguma coisa
??: old
*levanta
{agora sim da pra ver quem é. uma pessoa de orelhas altas e amarelas, um cabelo metade preto metade laranja, um nariz bem fofinho e roupas comuns)
Ne: um feneco?
??: sim, essa sou eu
*pega um óculos redondo do bolso e bota
agora sim eu enxergo, oi! bom dia
L: qual o seu nome, lady
P: meu nome é ponce, mas você pode me chamar também de toggi
H: aí ó
Ne: pô, legal oq um feneco faz nas pirâmides?
P: eu vim investigar o que tá rolando aqui e apaguei
H: oh nous
Ne: então você também é da ordem?
P: entrei ante ontem mas não tenho um grupo ainda...
Ne: ...
H: ...
L: ...
H: ........hmmmm
Nevaska?
Ne: .......
P: o q foi?
L: ...
*cutuca a Nevaska
fala alguma coisa cárceres
Ne: ... beh vc quer entrar pro nosso grupo da ordem?
P: vocês também são da ordem né? que estranho
H: pq estranho?
P: meh, nada
eu aceito, se eu não for encher o saco
Ne: tá
P: ai
L: mas que legal
H: alias oq rolou com a pirâmide
P: *aponta pro fundo da pirâmide
a porta que dá pro faraó e as múmias tá bloqueada por uns tentáculos roxos
H: ...
L: teremos que ir lá
P: primeiro, qual o nome de vocês
Ne: Nevaska
P: você, moço da voz bonita
L: EU? eu sei que minha voz é elegante e gostosa, mas não precisa fala-
H: meu nome é Henry
L: *olha e vê que a ponce tá apontando pro Henry
ah
P: e tu?
L: eu sou o Lusk. um cara que-
**sentem outra onda de energia obscura vindo do fundo da pirâmide
Ne: *olha lá no fundo e vê algo vindo na direção deles
**passa um cara voando e bate na parede
??: aii...
**e todo mundo reconhece na hora. é o faraó
Ne: FARAÓ?????
Fa: ai... {uma voz grossa} tem algo de errado aqui.
*cai no chão apagado
Ne: puts
L: o cara morreu.
P: ...gente
Ne: oq?
H: o que fo-
**olham lá pro fundo e veem uma silhueta, que os únicos resquícios de luz do fundo mostravam, um ser branco, enrolado, com alguma coisa, e os seus olhos aparentes, andando, cambaleando, e mostrando dominancia.
**exatamente, todos reconhecem, de uma vez só. uma das múmias da pirâmide, a mais antiga, a protagonista de todas as lendas preescritas naa paredes. ela voltou a vida, e com muito ódio, uma energia obscura emana dela, seus olhos vermelhos agora emanam força e poder.
*todos se vêem de frente a algo muito maior que pode estar acontecendo em Naji *a múmia olha pra eles, diretamente, levanta a mão direita, aponta pra eles, e diversas faíscas levantam do chão, iluminando toda a escuridão do lugar, mostrando que agora a batalha é em outro patamar
Ne: gente... se preparem
**o primeiro passo...?
só no próximo episódio :D
NO PRÓXIMO EPISODIO DE NAJIYU
Ep 6 - A grande lenda ressurge, um perigo muito maior pra todos nós!
°
submitted by henrylore to Najiyu [link] [comments]


2020.07.28 00:37 irmao_urso00 Eu ODEIO a biologia humana

Algumas pessoas têm tudo e outras pessoas passam por dificuldades crônicas só por nascerem de determinada maneira. E pra piorar, mesmo as que nascem sem problemas são escravas dos próprios instintos, o que muitas vezes deixa a pessoa deprimida mesmo tendo tudo o necessário para a felicidade. Eu explico:
Eu considero que tenha uma vida boa. Tenho aparência e altura mediana, não tenho um micropenis, não tenho algum retardo físico ou mental etc. No geral eu não tenho motivos para reclamar, e eu não reclamo.
No fim do ano passado, eu conheci uma menina quando tinha ido pra um bar com uns amigos meus. Ela era bem simpática e engraçada, e tinha deixado implícito que estava flertando comigo. A partir daí a gente começou a sair. Ela não era muito bonita, mas eu não me considero toda essa areia pra só sair com gente linda, então eu nem pensava muito sobre. Nas vezes que a gente saiu ela acabou me contando um pouco da vida dela, e como ela sofria zoações e comentários de mal gosto na época da escola (nós dois temos 21 anos) por conta da aparência e por ser mais gorda naquela época, apesar de atualmente ela ter um corpo bem bonito. Enfim, adolescentes podem ser muito maldosos. Fiquei com a maior pena, mas ela disse que hoje se aceita melhor e tal, o que é ótimo. Mesmo assim, ela gostava muito que eu elogiasse ela, mandava umas fotos dela fazendo qualquer coisa durante a semana e eu sempre respondia bem né, eu sempre tento levantar a moral das pessoas de quem eu gosto, principalmente em relacionamentos românticos.
O problema é que foi passando as semanas e eu tava percebendo que ela tava se tornando muito envolvida comigo, talvez quisesse alguma coisa mais séria. E isso é um problema, porque eu não me importo de elogiar meus amigos. Tem uns que parecem que foram atropelados por 5 carros e eu vou lá na foto deles e comento "Gostoso.", mas como existia um interesse romântico eu já tava me sentindo mal de comentar "uau que linda" sendo que, sinceramente, eu não achava isso. E todo mundo merece alguém que o/a considere bonito/a. Havia outras coisas que a gente não combinava e que me incomodavam, mas eu não posso negar que aparência era uma delas. Eu tentei me convencer do contrário por alguns dias. Antes que a situação piorasse e ela se apaixonasse ou sei lá, fui conversar com ela pra gente parar de sair. Ela aceitou de boa, me pediu uma longa explicação sobre o porque a gente não da certo e claro eu não citei esse motivo. No fim ela falou que entendia mas não estava "apaixonada" nem nada, e honestamente espero que seja o caso.
Agora, durante a quarentena, uma menina que eu nunca vi antes veio me chamar no Facebook, e perguntou se queria que eu fosse amigo dela (tenho que parabenizar a coragem de fazer isso, eu não faria). Ela até que era bastante parecida com a outra menina que eu tinha saído. Ou seja, era o mesmo problema DE NOVO. Dessa vez eu tentei realmente me convencer que eu achava ela bonita, ficava olhando as fotos dela esperando que eu fosse ver alguma coisa que mudasse minha opinião. Enfim ela falou um pouco da vida dela, era meio deprimida e atualmente não estudava nem trabalhava mas estava começando um estágio em algum lugar, e ela não parecia ter muitos interesses ou opiniões sobre nada, ficava pedindo desculpa várias vezes etc. Eu entendo, depressão faz isso com as pessoas. Mas eu não ia esperar ela se envolver antes de tomar alguma atitude, então resolvi deixar a conversa morrer depois de alguns dias.
E agora eu estou aqui, PUTO com a realidade porque é a segunda pessoa que eu rejeito por um motivo fútil, mas que não tem nada que eu possa fazer, porque eu não consigo escolher quem eu vou achar bonito ou feio. Se você está lendo isso pode ficar com a impressão que eu devo ter umas exigências irreais de aparência, mas a segunda menina também parece ter sofrido o mesmo que a primeira (até porque ela é de uma colônia alemã que as fotos de turma era umas gurias que se encaixavam em todos os padrões estéticos possíveis, e ela destoava infelizmente).
É isso, me sentindo uma pessoa horrível, sinto que eu cometi duas injustiças com meninas que não fizeram nada pra merecer a situação que elas têm, e em vez de ajudar eu fui lá e acrescentei mais uma experiência negativa. Como eu queria não me importar com aparência, eu não quero namorar essas meninas super-lindas-totalmente-padrão, mas ainda sim eu me importo, e isso é triste. Desculpa, ficou muito longo, obrigado por ler até aqui. Por favor me digam como vocês veem esse tipo de situação, preciso ouvir outras opiniões.
submitted by irmao_urso00 to desabafos [link] [comments]


2020.05.02 00:14 NoiteAmorosa PROCURO NAMORADINHA

EU QUERO UMA NAMORADINHA: redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, jogadora de lol, jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, fã da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gamer, furry, fujoshi, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memorização de baralhos, timida, mãe de pet, hidratada, não consumidora de açucar, saudável, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipnóloga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que não tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Raça: nórdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Crânio: dolico ou mesocefálico Óculos: não Aparelhos: não Queixo furado: não Covinhas: não Orelha presa: não Orelha de abano: não Franja em V: não Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: não Graduação: apenas cursos voltados à pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matemáticas: sim Idiomas: fluência em inglês e mais outro idioma Álcool, cigarro, drogas: não, nenhum Personalidade: introversão Cultura: europeia ocidental RELIGIÃO: Cristã Ortodoxa Gostar de escutar rogério skylab:
Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab Para ser sincero, você precisa ter um QI muito alto para entender Rogério Skylab. O humor é extremamente sutil e, sem uma compreensão sólida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador médio. Há também a visão niilista de Rogério, que está habilmente tecida em sua caracterização - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os fãs entendem essas coisas; eles têm a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas não são apenas engraçadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseqüência, as pessoas que não gostam de Rogério Skylab são verdadeiros idiotas - é claro que eles não apreciariam, por exemplo, o humor no bordão existencial de Rogério "Chico Xavier é viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que é uma referência criptíca para o épico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas coçando a cabeça em confusão enquanto as músicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos… como eu tenho pena deles. E sim, a propósito, eu tenho uma tatuagem do Rogério Skylab. E não, você não pode vê-la. É só para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antemão que possuem um QI com diferença absoluta de no máximo 5 pontos do meu (de preferência para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no chão + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + café gelado sem açúcar + hipismo + compilação mitadas Enéas + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + meditação iasd + músicas para concentração, foco e inteligência + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + essência de morango da turma da mônica no narguilé + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + óculos do aécio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do estádio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resiliência que resiste à humilhação como se ela fosse nada + tomar banho descalço em chuveiro de academia com chão mijado + musculação caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por mês + PUA + Selo super fã da fúria e tradição + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o cú + meditação transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach quântico + enema de café + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O Método de Wim Hof + sabedoria hiperbórea + artigos da Nova Resistência + Biblioteca do Dídimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer amém quando um 1113 azul passar por você na rua + 100 flexões por dia + 6 meses de jelq + injaculação guiada + sociedade thule + energia vril + chapéu de alumínio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anotações smiliguido + pedir a bênção ao carteiro toda segunda de manhã + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar café + exercícios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercenários + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabeça + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + vídeos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atlântica de madrugada + ouvir músicas em velocidade aumentada + canto gregoriano árabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situaçoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Botânico + Radiestesia para harmonizar vibração da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a oração EU SOU + ler O Código da Vinci + Jesus Quântico + Barra Fixa na praça de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resistência) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o avô + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Plínio Salgado para as crianças + Limpeza de 21 dias de São Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com calça jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca começar o treinamento + vender máquina de cartão de crédito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho político suspeito + café com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refeição do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetogênica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensadão + 2 cápsulas de Tadalafellas antes do sexo + só comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da página Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Astúrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n°18 com portão vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibiótico no café da manhã + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos últimos meses falando "dur hur você não sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e não encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou tão óbvia, que eles não tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo vídeo, NÃO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudanças climáticas naturais, junto com a separação gradual dos continentes, é que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma região muito especifica. Agora só falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpretação de pessoas que não sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. São apenas aves e mamíferos ancestrais de milhões de anos atrás. E antes que eu me esqueça, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
É fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. Não há um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente são tão simples. Entretanto, com estudo e meditação o caminho começa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que você quer começa com noções do pensamento Helênico. Entenda que boa parte da visão de mundo cristã vem da antiguidade clássica, principalmente as noções de harmonia e belo. Não te peço para ler tudo o que já foi jogado ao chão pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia básica dos quatro humores gregos, e que essa é uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles serão utilizados no futuro de forma metafórica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado não há conexão com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem é Platônica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da confluência da cultura grega com a egípcia, incluindo a alquimia. A tábua esmeralda é um texto obrigatório. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alquímica, porque será importante para você no futuro. É dentro da alquimia que irão discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). Não se pretenda nenhum mestre dos espagíricos, porque os químicos farão isso melhor do que você. Entenda que não havia essa separação absoluta entre o material e o espiritual, então os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da história. Entenda também que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros à química.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja difícil dar atenção à Cabala Judaica com o surto conspiracionista chanístico sobre a índole de todo um povo, mas querendo ou não o judaísmo é o Pai da fé cristã, sendo Jesus judeu. Entenda que a árvore da vida é um estudo sobre Deus e suas emanações, e dela virá uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar tambéme tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora♥ Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky☆Star Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama♪ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka☆Magica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
NÃO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavrões As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos 🍷, isso é coisa de dama) As que vão para balada, festa, rave etc As que postam fotos com short curto, decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando você colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em várias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a única coisa que você faz é que as pessoas tenham desejo sexual por você, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que você vai ficar tão emocionada com os 500 likes, 120 comentários e as inúmeras mensagens privadas! Você vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles não se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, não importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educacióncon seu sonrrisa,
As que já ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um único ano As que não trabalham ou estudam (ou que estão em um curso irrelevante de humanas) As que não sabem o básico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que estão pedindo presentes sempre As que já estão comprometidas As não gostam de crianças ou dizem que não querem ter filhos (pessoas que não querem ter filhos não são confiáveis) As que tem piercing de bufalo
submitted by NoiteAmorosa to DiretoDoZapZap [link] [comments]


2020.04.27 22:47 shinytrash_92 Eu sou um peso na vida do meu marido

Ensaiei esse post por horas. Escrevi, apaguei, fui tomar banho, reescrevi, editei e não postei. Criei uma conta alternativa e reescrevi uma última vez para conseguir postar e não ser rastreada, pois o que estou prestes a falar é humilhante demais para sequer imaginar que alguém que eu conheça esteja lendo, principalmente meu marido. Mas, a verdade é que sou um peso na vida dele, e pior: covarde demais para me separar e deixar que ele prospere sozinho.
Contexto: estamos juntos há 14 anos, sendo 4 de casamento e 10 de namoro. Nos conhecemos super novos, ainda no cursinho. Eu era uma menina bonitinha, magrinha e pequena, com alguns hobbies e planos pela frente, mas, já fazendo tudo com uma certa dificuldade, principalmente por conta de um background com família e emocional bem instáveis. Ele era um cara super inteligente, já falava 3 línguas, tinha morado fora e vinha de uma família rica e equilibrada. Logo passou em medicina, numa faculdade pública, enquanto eu perdi mais uns anos no cursinho pra passar em um curso meio bosta numa particular.
Quero deixar claro que essas visões são minhas: Ele jamais me subestimou por ser mais rico, mais inteligente ou ter feito uma faculdade melhor que a minha. Eu que fui desenvolvendo esse olhar conforme fui percebendo que, enquanto eu sofria para estudar e precisava de ajuda dele com trabalhos e exercícios, ele ia fazendo a faculdade dele e a minha também, por tabela. Não estou exagerando: ele desistiu de matérias para me ajudar com o meu curso. Virou noites fazendo exercícios e estudando comigo. Quando casamos e veio a residência, onde mal conseguíamos nos ver, me afundei em uma depressão profunda. A casa estava sempre uma zona, pois eu não conseguia cumprir com as tarefas domésticas (que eram minha responsabilidade, uma vez que ele tinha me ajudado com a faculdade e agora precisava de ajuda para terminar a dele). Não sei explicar, não tenho energia. Não é como se eu passasse o dia fazendo outras coisas, eu passava o dia na cama olhando pro teto. Nem séries eu tinha vontade de ver. De quebra Engordei 40kg e tive muita dificuldade com o meu TCC. Sinto que ele vem me carregando desde então.
Se antes eu sentia que não bastava por ser esse saco de lixo burro e inútil, agora eu também estou gorda e horrorosa. Nem esse, que era o papel mais basal de uma esposa - o de ser bonita - eu consigo mais cumprir. Nossa vida sexual também foi embora - e não por culpa dele, mas, por culpa minha! Ele insistia para fazermos amor, mas, eu tinha vergonha demais do meu corpo e fui recusando, até ele parar de pedir. Esse ano, se transamos 3x foi muito.
Obviamente que não é só isso. Para o pacote ser bem completo, além de burra, inútil e gorda, eu também sou uma pessoa difícil de lidar. Briguei e cortei relações com muita gente próxima dele. Vários amigos dele não gostam de mim, o irmão dele me odeia, as tias dele também. Sei que os pais dele são corteses, mas que também prefeririam que ele estivesse solteiro. Eu tenho surtos de raiva, provavelmente relacionados com o meu background familiar, e sempre acabo com as minhas relações pessoais. Ele é praticamente a única pessoa que restou. Mesmo minha amiga mais próxima, a única que conservei da faculdade, sinto que só gosta de mim por que quer estar próxima dele também.
A gota d'água foi recentemente ter sido mandada embora da empresa em que eu trabalhava, que, por conta do COVID decidiu só manter os funcionários essenciais. Obviamente que eu não sou essencial e fui afastada. Agora, além de gorda, inútil e burra, também sou financeiramente dependente dele. Nem o salário terrivelmente baixo que eu recebia eu tenho mais para ajudar com as despesas (que eu mesma gero).
Ele, sempre paciente, diz que está tudo bem. Diz que segura as pontas, para eu aproveitar esse tempo e procurar um curso online e me relançar no mercado quando a quarentena acabar. Ele banca. E essas palavras me cortam por dentro, porque com que cara eu vou falar pra ele que não tem absolutamente nada que eu queira fazer? Que quando eu acordo de manhã, o simples pensamento de levantar da cama me faz querer morrer? Que o ponto alto do meu dia é quando eu vou dormir e passar horas desacordada??? Eu não tenho mais energia, minha cabeça dói o tempo todo, preciso fazer pausas enquanto faço as tarefas domésticas ou não consigo continuar. Não posso falar nada disso pra ele pois ele já perdeu tempo demais lidando com a minha bullshit no passado e tem uma fucking pandemia acontecendo no país, que é muito mais urgente.
Eu só queria poder retribuir um milésimo de tudo o que ele fez por mim. Eu só queria não ser um peso na vida do homem que eu amo.
Eu vejo essas esposas modelo e me sinto tão absolutamente aquém. Eu só queria conseguir fazer coisas simples, sabe? Basicas. Não precisa ser nada de grandioso no começo. Pintar minhas unhas, por exemplo, essas mulheres sempre tem unhas tão compridas e bonitas... Mas, nem isso eu consigo fazer. As minhas são roídas e horrorosas.
Queria poder receber ele em casa com um jantar balanceado e saudável todos os dias. Mas, não consigo manter minha dieta nem por 2 dias consecutivos.
Queria manter a rotina de limpeza da casa, passar roupa, cuidar dele como ele sempre cuidou de mim. Mas não consigo manter, me desinteresso, passo um dia na cama e os outros já estão perdidos depois.
O fato é que estou cansada de tentar e fracassar toda vez. Devo ter algum problema psicológico ou um retardo mental que me impede de fazer melhor.
Eu já pensei diversas vezes em deixá-lo, porque, certamente ele conseguirá me substituir por alguém melhor, mais atenciosa, mais presente. Alguém que não seja um atraso. Sei inclusive de mulheres do hospital em que ele trabalha dando em cima dele. Eu fico brava e com ciúmes, mas, ao mesmo tempo sou tão insuficiente que penso: será melhor não deixar acontecer?
Mas, a verdade é que sem ele eu perderia a única coisa que fiz certo na minha vida. Eu nem teria pra onde ir pois não tenho família nem dinheiro. Estaria literalmente na rua. Que patético, né? Em pleno século 21, depois de tantos direitos conquistados por mulheres que vieram antes de mim, meu maior feito na vida foi ter casado com um homem bom... E não merecê-lo. Não consegui conquistar nada por mim mesma.
Se eu tivesse vergonha na cara daria um fim nessa vida miserável e parava de ser um peso morto (rsrs sacaram? é pq eu sou gorda também)
submitted by shinytrash_92 to desabafos [link] [comments]


2020.04.21 17:36 waru22 é foda

Estou aqui na Coreia e vejo muitos caras bonitos, do tipo bonitos pra caralho, e eu fico triste demais porque eu já sou baixinho ( já estou quase aceitando isso numa boa ) mas eu me sinto feio demais, o pior é que eu acabei de voltar de um mini rolê que eu fiz com o meu irmão, e antes de sair de casa eu estava me olhando no espelho e pensei, porra to bonitão, é só eu sair de casa que eu começo a ver outros caras, logo acabo ficando pra baixo pra kct, porque eu penso, eu nasci desse jeito e não dá para mudar, lógico que eu posso tentar mudar o meu estilo, o meu cabelo e bla bla porém a cara de merdão irá permanecer, eu não estou triste do tipo “ quero desabafar para me sentir bem “ eu só fico indignado porque eu poderia ter nascido bonito e alto mas foi justamente o contrário, e já que eu sou baixinho eu poderia pelo menos ser boa pinta, mas eu sou torto demais e me sinto um lixo, eu sei que não precisa ser bonito para pegar mulher só basta ter uma conversa boa e ser uma pessoa agradável e não um arrombado porém vamos aos fatos, ajuda bastante você ser uma pessoa bonita, o pior de tudo é que no Brasil eu até fico com alguma menina de vez ou outra mas eu gosto muito de asiática do tipo MUITO mesmo, é que nem alguns caras preferem loiras e essas merda, e eu estou no país perfeito, onde só tem mina gata do meu tipo, e eu fico triste por saber que nem nessa vida e nem na outra vida eu ficaria com algumas dessas, é foda...
submitted by waru22 to desabafos [link] [comments]


2020.04.10 08:37 Pomiwl Ninguém Precisa Saber Capítulo 2

II. MUITA COISA MUDOU
A luz da lua banhava, junto das milhares de estrelas que a acompanhavam numa imensidão negra, a copa das árvores da Floresta de Mouneet. Deslizando morro abaixo, por entre árvores e arbustos, uma vasta clareira expandia-se ao centro do local. Diana observava o céu — aquele grande poço de tinta escura, manchado apenas por pintas pontilhadas, com o tom de branco tão puro quanto as asas de um anjo. Algumas nuvens cinzentas voavam acima de sua cabeça, acompanhadas de corujas e corvos que encontravam seu caminho de volta para casa. Era a hora dos predadores atacarem. E, mesmo assim, parecia mais bela do que nunca. A garota tornou a folhear a caderneta que segurava em suas mãos. Apoiava suas costas em uma das pedras que espalhavam-se pela clareira, com tamanhos que variavam com constância. Não era confortável, afinal; mas era o que a natureza a disponibilizara no momento. Estava lá, sozinha, sem rumo, sem caminho. Sem qualquer guia, apenas as estrelas que indicavam o caminho ao distante norte. Ajeitou seus olhos com o dedo indicador, os deslizando por seu nariz até que estivesse na posição adequada, cobrindo suas sobrancelhas ruivas como o seu cabelo, vermelho como ferrugem ou como a chama ardente da pequena lareira que crepitava a sua frente. Esticou as pernas por debaixo do cobertor que carregara de sua barraca até o local, para que ficasse mais próxima de sua única fonte de luz e para que pudesse ler suas anotações antigas. Reluzindo a capa de couro negra, as indicações “este diário pertence a Diana Evolwood”, em auto-relevo. Ela inclinava sua cabeça levemente para frente para que pudesse ler o título de cada dia que passara em sua vida, onde registrara tudo que havia acontecido. Às vezes, gostava de relembrar o tempo quando ainda tinha alguma companhia além de Khan, seu fiel gato, que no momento descansava dentro da barraca. Passava os olhos sobre o título de cada dia do diário. “O dia em que fomos acampar”, “o dia em que fomos ao parque de diversões” eram algumas das diversas memórias que vinham a sua cabeça, vívidas como se houvessem acontecido no dia anterior, apesar dos diversos meses que haviam passado desde que tudo aconteceu. Continuava folheando até que deparou-se com uma página em branco, apenas com um largo título no topo da página amarelada. “O dia em que tudo acabou” diziam as letras marcadas por uma tinta preta que manchou levemente o papel. Rapidamente, tornou-se insegura, como se tivesse sido emergida em pura tensão e horror repentinas, seguidos de alguns soluços breves. Por algum motivo, mesmo relembrando todos os dias daquela vazia página, não esperava a encontrar folheando aleatoriamente a caderneta em busca de algumas memórias agradáveis que a fizesse se sentir um pouco mais segura. O coração da jovem acelerou, e ainda mais lembranças vieram à tona. Dessa vez, não era aquele mesmo bom sentimento de nostalgia ou conforto. Era dor. Dor, angústia e desespero. Seus olhos arregalaram-se e, por mais que tentasse lutar contra aqueles pensamentos, não pôde evitar que algumas lágrimas se acumulassem por detrás de seus óculos. Diana encolheu-se, deixando a caderneta cair no chão, levantando uma poeira momentânea e provocando um curto ruído — o suficiente para despertar Khan, que levantou sua cabeça dentro da barraca. Ao menos, era o que sua silhueta através do tecido da tenda mostrava. Lembrou-se do conselho que recebera há algum tempo. “Deve lutar contra seus traumas, mesmo que pensar neles já seja doloroso.” Inspirando um pouco de ar pelo nariz e fungando, recolheu as lágrimas e ergueu novamente seu corpo contra a pedra. Este era o motivo pelo qual estava lá. Não poderia deixar que tudo fosse em vão. Olhou para o céu novamente, que não havia mudado nem por um instante. Qual era o propósito daquilo tudo? Uma garota de sua idade deveria estar na escola, como qualquer outra adolescente. A escuridão costumava a assustar, mas, após conviver com ela por tanto tempo, passou a se sentir segura emergida em um poço sem fundo, onde nada podia ver além de um abismo de incerteza. Este era seu futuro. “Um abismo de incerteza”. Recuperando seu fôlego, pegou seu diário e limpou sua capa de couro com a outra mão. Agora, era sua mão que estava coberta de poeira. Deixando apenas uma única lágrima cair sobre a folha, leu em voz alta um anexo preso à página — uma passagem de jornal, que exibia a imagem de um garoto que se parecia muito com a própria Diana. — “O desaparecimento de Max Evolwood”. Sua voz estava ainda mais rouca do que antes, e suas pálpebras quase caíram sobre os olhos do peso de várias noites mal dormidas que carregavam. Fitou a clareira onde se encontrava. Assegurou-se de que estavam completamente sozinhos. Catou o primeiro graveto que viu a sua frente e jogou sobre o fogo, fazendo com que resquícios de brasas passadas voassem ao alto por um instante e, em pouco tempo, irrompeu-se em chamas, bem como as demais lenhas. Ajoelhou-se na terra, guiando seu corpo pelos seus braços, que encontraram o zíper que fechava a entrada da barraca. Abriu-o, deixando a claridade da lareira invadir o local, que estava bem mais quente do que o lado de fora. Khan estava lá, encolhido, mas ela mal prestou atenção em seu amigo. Carregando seu cobertor que arrastava-se completamente pelo chão, acumulando certa quantidade de poeira e sujeira — fato com o qual ela não parecia se importar — em sua ponta. Levava a caderneta abaixo de seu braço, coberto por inteiro por uma blusa de manga comprida com um delicado tom de escarlate, roupa que já usava há dias desde que havia deixado Lyrion. O teto da barraca era baixo, fazendo com que ela não pudesse se estabelecer de forma tão confortável mas, definitivamente, era bem melhor do que dormir lá fora. O tecido da tenda era esverdeado, camuflando-se entre as cores da floresta. Quando deitava no chão, podia sentir a grama e as pedras espetando seu corpo, logo abaixo daquela fajuta camada de pano. Mas, mesmo assim, o sono da garota era tanto que ela simplesmente repousou a cabeça sobre um amontoado de roupas velhas — que improvisaram como sendo um travesseiro — e fechou seus olhos, mergulhando em um sono profundo.
As luzes da sirene policial brilhavam sobre a parede branca da sua sala, irrompendo pela larga janela de sua casa com força. Diana havia acabado de acordar — o poderoso som provocado pela viatura parecia não ter perturbado somente à ela, mas a todo o bairro, que se reuniu na frente de sua cara para saber o que houve. Mas, a primeira coisa que notou quando abriu seus olhos foi a cama de Max, seu irmão, estava completamente vazia — os lençóis bagunçados, bem como os travesseiros brancos. A partir daí, já tinha um mal pressentimento sobre o que veria a seguir. Seguiu com os pés descalços até o corredor, provocando um irritante ruído quando abriu a porta. Ainda não estava completamente dispersa, esfregando os olhos com o punho fechado e bocejando. Passou por duas portas — o banheiro e o quarto de seus pais. Caminhou em direção à sala. À medida que se aproximava, começou a escutar algumas palavras soltas, interrompidas por soluços vindos de outra pessoa — sua mãe. — Nós daremos o máximo para encontrarmos Max, mas não garantimos nada — comentou um homem desconhecido, vestido com trajes policiais. Se deparou com dois homens que nunca havia visto na vida sentados nas poltronas da sala de estar, enquanto seus pais estavam sentados no divã. Rachel cobria seu rosto, com os cotovelos apoiados sobre as coxas, deixando escorrer lágrimas por seu antebraço. Ed a consolava, passando a mão por seu pescoço, mas também aparentava estar extremamente preocupado. — Acho melhor darmos um tempo para vocês conversarem. Continuaremos com as perguntas depois — finalizou, suspirando ao perceber a presença de Diana que, apesar de não saber exatamente o que acontecia, tinha suas suspeitas. Rachel levantou o rosto. Seu rosto estava inchado e vermelho, com lágrimas queimando em sua face. Estava claramente fraca, os olhos profundos de uma noite mal dormida. Parecia estar prestes a desmaiar a qualquer instante. Diana nunca havia visto sua mãe desta forma. Ela ainda utilizava seu pijama, molhado por pequenos pontos mais escuros que destacavam-se sobre sua blusa branca. Estava trêmula. Ed parecia tentar disfarçar seu choro, piscando frequentemente para livrar-se de suas lágrimas. Diana nunca entendeu, já que a sua vida inteira foi ensinada que você sempre deve demonstrar seus sentimentos, e que guardar tudo para você te faz mal. De uma forma ou de outra, também estava claro o quão preocupado estava. — Ah, minha filha... Mal conseguiu completar sua frase. O piso da sala, gelado, cobria o corpo da garota como um balde de água fria derramado sobre seus cabelos castanhos. Em pouco tempo, já soube o que havia acontecido. Sentiu como se seu coração parasse e saltasse pela sua boca, talvez em busca de um lugar distante onde não precisasse encarar o que estava por vir. E aquelas mesmas palavras ressoaram à sua cabeça, como um eco distante vindo do fundo dos seus pensamentos, claras como um trauma que carregava, e obscuras como o medo e a desconfiança que sentiu naquele mesmo instante, quando viu a boca de sua mãe repetir lentamente, tremendo os lábios: — Max está desaparecido. Em seguida, desabou-se sobre os braços do marido, que a reconfortou. Rachel, depois de gritar sem êxito por ter sua voz abafada por suas próprias mãos, levantou seu rosto contra a garota novamente. Porém, não era tristeza que expressava. Era raiva. Suas sobrancelhas franzidas e seus dentes cerravam denunciavam suas emoções. — Como pôde deixar que isso acontecesse, Diana? Max era seu irmão. Como não pôde o proteger? — disse ela, a ponto de berrar a qualquer instante. Seu rosto estava vermelho como um tomate. — Diana, como é imprestável. Seu próprio irmão... como pôde deixar que isso acontecesse? Você é a culpada aqui. Você falhou. — completou seu pai, que também a encarava subitamente, com os olhos sedentos. — M-Mas, eu... — ela estava confusa. O que estava acontecendo? Como poderia ser sua culpa? Sua mente carregou-se com um turbilhão de emoções em instantes. Ela havia... falhado? — Sem “mas”, garotinha. Você já tem idade o suficiente para ter consciência sobre seus atos. Você foi inútil. Não conseguiu fazer nada para salvá-lo. Max confiava em você, e agora? Está provavelmente morto. Você sabe que está errada, não ouse negar sua culpa. — se intrometeu o policial, tendo uma estranha energia, como se ele já a conhecesse. Levou a mão direita ao olho direito. Uma lágrima escorria pela sua face. Elevou sua mão esquerda ao olho esquerdo. Uma gota de sangue escarlate vazava de sua bochecha. Era como se uma entidade mexesse com a cabeça de todos ao mesmo tempo. Levantaram-se e foram-se em sua direção, esbanjando a mesma cara séria e de olhos arregalados, como num filme de terror. Se aproximavam lentamente, repetindo críticas ao comportamento de Diana em um tom aterrorizante, como se fossem a atacar. A cada passo que davam em sua direção, a encurralando contra a parede, o ritmo de seu coração também aumentava. Seus olhos demoravam a abrir novamente quando piscava. Não havia caminho. De repente, sentiu algo como um arranhão em sua face, seguido por um forte miado em seu ouvido. Piscou, mas não acordara dentro da sala de sua casa. Ainda estava dentro da barraca, e Khan cutucava seu rosto para que acordasse. Ela resmungou algo sobre ainda estar dormindo, mas ainda assim levantou-se.
Muita coisa havia mudado desde que saíram de Lyrion após a declaração da situação de extremo risco que sofria. Os feixes da luz do sol atravessavam o tecido da barraca. Sentiu o calor irradiar seu rosto em instantes. Seus olhos arderam com a brusca diferença de luminosidade. Catou sua caderneta antes de sair e começou a rabiscar o papel, formando alguns garranchos que, se apertasse bem os olhos, seriam legíveis. Sentiu o cheiro da tinta fresca da caneta quando começou a escrever. “Olá. Faz um tempo desde que não nos falamos, não é? Eu sei que eu meio que te abandonei, mas é que as coisas estiveram me ocupando bastante desde que a gente veio pra cá. Vou tentar te atualizar de tudo que rolou desde então. Depois daquela tarde em que nós colocamos o rádio para funcionar pela primeira vez, nós começamos a arrumar umas malas (aparentemente, não coloquei roupas o suficiente, já que to usando a mesma roupa há alguns dias). No dia seguinte, nós fomos em uma loja no centro da cidade que costumava vender equipamentos para acampar. Espero que me perdoe, mãe, mas nós meio que levamos algumas coisas sem pagar. Era uma situação de vida ou morte, tá legal? Um azar que eu não peguei uma daquelas barracas super chiques com espaço para oito pessoas. A essa altura, a que pegamos já tá toda rasgada. Triste. Nós decidimos vir para a Floresta de Mouneet, onde a gente costumava vir para passar alguns finais de semana. Era legal. Estamos estabelecidos nessa clareira há alguns dias. O alimento ainda tá meio longe de acabar, mas nós já estamos providenciando mais. Lembro de algumas frutinhas comestíveis que nós provávamos quando vínhamos acampar. Bons momentos.” A partir daí, sua caneta começou a falhar. Pegou a caderneta e a arremessou de volta para dentro da barraca. Estava mal-humorada. Calçou suas botas jogadas ao canto. Seu couro estava quase mofado e seu interior estava úmido — mas era melhor do que nada. Estava partindo em direção a um lago próximo da clareira, onde poderiam fazer sua higiene pessoal. Não negava que era uma situação completamente diferente de qualquer outra que já esteve. Era garota criada em apartamento, vida perfeita, família feliz. Mas estava disposta a fazer qualquer coisa se seu irmão dependesse de si. E era nessa situação em se encontrava. Então, enquanto não encontrasse seu irmão... Continuaria escovando seus dentes com a água do lago. Khan a seguiu, adentrando o mato. Suas patas estavam cobertas por uma mistura de lama com folhas secas. Era nojento. Cada vez mais, se aproximavam da grande concentração de água. O ar que respiravam era diferente do da cidade — era puro, leve, como se fosse libertador. Além das árvores, já podia ver o grande espelho d’água refletindo a margem do lago. Um milagre da natureza, de beleza indescritível. Uma família de patos cambaleavam até a borda, preparando-se para molharem suas penas. A mãe ia na frente, enquanto os sete pequenininhos oscilavam seus passos em uma fila. Era de longe a coisa mais bonita que já havia presenciado. Estampava essa emoção com sua boca aberta, mas ainda mostrando os dentes, sorrindo. Porém, algo lhe chamou a atenção. Algo se mexia por detrás dos arbustos, da onde saíam guinchos e choros. O barulho a causou comoção, que procurou saber da onde vinha. — Khan! Tá ouvindo isso? — ela deu um breve silêncio para que pudesse ouvir melhor. O som do vento chacoalhando os galhos das árvores a trouxe paz. O choro se repetiu. — Vamos! O gato pulou em meio ao amontoado de plantas e raízes, abrindo um rombo entre as folhas com suas garras. Diana impressionou-se com sua capacidade. Em meio às folhas caídas, surgiu o oitavo patinho perdido, que continuou a chorar. Algumas gotas de chuva começaram a cair contra o chão, levantando a lama que repousava, endurecida, sob seus pés. Seu coração se amoleceu ao ver que tinha sua pata presa à uma das raízes da planta, que parecia o machucar com força a cada movimento que fazia. Ele a encarava como se implorasse por socorro, mas ainda assustado com a presença dos dois. As gotas de água começaram a se tornar cada vez mais frequentes. — Ah, coitadinho... — ela acariciou sua cabeça com o dedo indicador, sentindo as penas amarelas como a gema do ovo em suas mãos. Seu bico achatado e rosado abria uma hora ou outra para continuar guinchando de dor. — calma, calma. Khan, você não pode cortar a raiz com sua garra. Vai acabar machucando ele. Vem, fica aqui bem atrás de mim. Eu tenho algo melhor para ajudá-lo. Do seu bolso de trás, catou a caneta que esquecera de jogar de volta à barraca quando começou a falhar. Com cuidado, a encravou entre a raiz e a patinha do animal, e começou a puxá-la para trás, lentamente rompendo as fibras. Finalmente, a raiz se partiu no meio, lançando uma seiva amarelada para toda a parte e quebrando o acrílico da caneta. Agora sim precisaria de uma nova. Sua camisa estava completamente ensopada e pesada, enquanto os pelos de Khan estavam caídos com a água. Ela catou o filhote em seus braços, o confortando e envolvendo seu machucado com uma parte de sua blusa para estancar um pequeno sangramento que se surgiu. Tomando cuidado com seus passos, o carregou até perto da sua mãe, que parecia mesmo procurar por algo enquanto os filhotes de refrescavam na água. Ela grasnou e chorou, até que Diana adentrou a clareira que cercava o lago, com Khan colado à sua perna. Um forte vento acompanhou as gotas de chuva, que começaram a atingi-los quase que na horizontal. Pelo amontoado de árvores e arbustos, pode ver além da clareira sua barraca, que chacoalhava fortemente. O pequeno pato alegrou-se em ver sua mãe. Com seu pequeno conhecimento sobre a lógica animal, não se aproximou da mãe, pois poderia a encarar como uma ameaça; apenas o deixou ao chão e, derrapando por não conseguir utilizar uma de suas pernas, voltou para sua família. — Sabe, Khan... — ela finalmente desviou o olhar do grupo de animais, que continuavam a se banhar no lago, felizes — acho que eu gosto de ajudar as pessoas. Nesse pequeno tempo... eu não pensei em Max, ou em meus pais em momento algum. Eu costumava só me preocupar com isso. Eu até sonhei com eles. Mas, eu não me sinto preocupada, ao mesmo tempo que eu acho que deveria estar, e... O companheiro olhava diretamente em seus olhos. Ele, geralmente, não gostava de estar sujo, mas não parecia se incomodar nem um pouco naquele momento. — Acho que é isso. — O olhar de Khan demonstrava sua confusão, mas ao mesmo tempo uma leve curiosidade. — É isso que eu quero fazer. Ajudar as pessoas. Ele abriu um longo sorriso e ronronou. — Mas... é hora de voltar à realidade. Olhando em volta, ela podia ver um pedaço danificado da barraca, carregado e destruída pela chuva. Ela se aproximou e segurou o grande pedaço de lona rasgada e suja de lama, presa a um grande tronco de árvore, cortado pela metade. O tecido era azul, e se desfazia quando Diana esfregava seus dedos entre o pano. Agarrado a ele, sua caderneta, completamente ensopada e suja. Pelo menos, isso conseguiu ser salvo. — Acho que teremos de achar outro lugar para dormir... Ela continuava examinando os pedaços arrancados da barraca, enquanto o pequeno gato olhava à sua volta. Tentou livrar-se com sua pata de algumas folhas que grudaram-se ao seu corpo com a aderência da lama já seca, que permanecia endurecendo seu pelo, cinza como as nuvens que pairavam o céu, e que ainda descarregavam uma massiva quantidade de água. Caminhou ao redor, desviando de pequenas plantas que nasciam por entre a terra, constantemente recebendo umidade daquele clima extremamente chuvoso. Subiu em uma grande pedra, que se alongava até as proximidades do lago. Já em sua ponta dura e afiada, Khan avistou, do outro lado do grande espelho d’água, uma pequena casa de madeira, iluminada pelo sol que ainda escalava dificilmente o céu, erguendo seu brilho em direção ao meio-dia. Parecia um lugar caloroso na percepção limitada do gato. Diana, acompanhando o amigo com o olhar, enxergou também a casa, onde poderiam pedir abrigo. Ela se sentou. Suas pernas ainda estavam cansadas e em constante dor. Seu coração permanecia acelerado. A menina observou o chão, onde algumas flores pareciam sofrer as reações do fim do outono e a chegada do inverno. Era uma rosa — um pouco desbotada, mas era como um símbolo de resistência. Ela arrancou a flor da terra, tomando cuidado para não se furar com os espinhos — ela deslizou para fora da lama lubrificada sem insistência. Ergueu suas pétalas. Seu rosto ficou lívido quando percebeu um pequeno detalhe, que a fez largar a rosa no chão — ela rapidamente se desfez em poeira. O caule estava cinzento. — Khan... — ela se afastou o mais rápido que pôde da flor que, no momento que tocou o chão, fez com que a pouca grama à sua volta também se tornasse cinzenta e podre. O forte cheiro de estrume também incomodou o olfato de Diana. — precisamos ir... rápido! O felino saltou do topo da grande pedra até o chão, caindo de pé. Parecia confuso, mas não hesitava em seguir sua fiel companheira. Deixou todos os seus pertences para trás, conseguindo levar consigo apenas sua caderneta, em que registrava cada dia que passava. Suas pegadas foram deixadas pela última vez naquela lama, que nunca mais seria tocada por uma alma viva. Estava trêmula, assustada. Em um segundo, todos os seus sentimentos de preocupação e ansiedade voltaram ao seu corpo, um por um. A assassina havia os alcançado.
submitted by Pomiwl to NinguemPrecisaSaber [link] [comments]


2020.04.10 04:54 armariodesonhos As pessoas já eram idiotas ou a culpa é das redes sociais?

Navegando pelo insta, lembrei de um episódio aqui que aconteceu em 2018. Eu tinha um grupo de amigos, éramos 6 (4 meninos e 2 meninas). Por incrível que pareça, eu tinha mais afinidade com 2 caras do grupo do que com a menina e com o restante do pessoal, um desses dois era meu melhor amigo até uns 2 meses atrás.
Enfim, olhando o feed do insta, acabei achando o insta dessa menina do grupinho e fui dar uma olhada. Várias fotos dos rolês com outros amigos e namorado dela. Até aí tudo bem, isso é "normal" hoje em dia. Lembrei do tempo que sentavamos juntas" raramente sentavamos juntas, numa dessas vezes rolou um papo sobre exposição em redes sociais. Ela perguntou minha opinião e eu disse que não tinha necessidade de ficar postando foto toda hora sobre o que vc faz ou como é a sua rotina, falei também que quem faz isso é pq gosta de chamar atenção. Ai ela me vira e diz que eu só fico em casa por isso não posto foto de nada. Respondi que, às vezes, saia sim com um amigo e viajava com os meus pais mas n via necessidade de dizer isso ao quatro ventos. Aí ela jogou na minha cara que tinha namorado e postava foto toda vez que saia com ele. Postava declaração de amor. Postava o dia a dia dela e insinuou que eu era invejosa.
Meu amigo quando soube dessa discussão disse que eu tinha inveja dela mesmo pq a garota tinha uma bunda redondinha, tinha namorado e era bonita. Eu não tenho inveja das pessoas, normalmente eu só digo o que elas não querem ouvir. Por isso que eu prefiro ficar sozinha pra nao ter de ouvir baboseiras como essa. Quer postar foto até de quando você vai no mercado? Não ligo, mas não venha me ofender, encher meu saco para que eu me pareça com vc. Não sei se o problema sou eu ou se as pessoas realmente estão cada dia mais idiotas.
submitted by armariodesonhos to desabafos [link] [comments]


2020.04.10 00:44 CabacinhoBreaker Conto: Carta Para Zeca

Quanto tempo leva para uma reflexão tomar forma dentro do circuito do pensamento emotivo? Emoção é a reação do que afeta direta ou indiretamente o nosso campo de sensores que são vastos, digo isso para todos aqueles que creem no invisível e que salta aos olhos como uma silhueta na escuridão. Está tão perto e tão latente mas, qual a medida para entender tudo isso? A razão é a balança dos aflitos que velejam numa nau à pique.
Zeca observava o mundo de longe certo de que estava antes daquela vírgula da existência, essa que faz refletir, protegido no receptáculo de sua antena parabólica ficava estático ele mesmo, assistia a novela de Rebeca sua vizinha, nascida de dias e com uma mãe desastrada. Batia de lá e de cá seu corpo mas nunca deixando a recém nascida amassar nas portas, embora parecesse que o pai quisesse. Zeca já tinha testemunhado o pai, grande e corpulento, de olhos fundos e nariz perfurante, olhando para a mãe, passava para Rebeca, e parecendo um surto de arrependimento da existência da menina, fechava a porta na cara da mãe. Ela não prestava, e parecia um vegetal, ele era quem dava energia para uma casa toda com seus dedos que pegavam o que queria na sua geladeira fedida; seus pés descalços que descarregavam toda uma tensão da casa, o que Zeca achava engraçado, se pudesse passar a navalha nesse calcanhar invisível da mágoa ele desjuntaria o pé inteiro.
De conversa com ela uma vez Zeca insistiu no motivo de ela estar onde estava, a mãe olhava a menina com uns olhinhos de jabuticaba que dava brilho no canto, daí olhava para o chão e virava o olho para dentro buscando uma saída do que ele não podia evitar, daí lançava a mão parecendo que ia descolar do corpo, mole de lado, dizendo que quem sustentava a casa era ele e Rebeca era uma inspiração de vida! Desse jeito mesmo que saía, ela botava tanta convicção que as palavras vibravam quando saiam de sua boca, a última até parecia uma moeda que estava debaixo da língua e escapou sem querer. Olhei nos olhos dela, rasos.
Agora Zeca insiste em tomar uma dose de verdade todo dia, recolher todas essas moedas que caem dos olhos e das bocas de seus amigos, juntando tudo um dia talvez ele compre a tão sonhada liberdade que ele persegue de dentro de seu barquinho.
“Mandai a faísca de um raio pra me iluminar
Segura pedra na pedreira não deixa rolar
Xangô, Kaô meu pai
Seus filhos bambeiam mas não caem”
Zeca
Carta Para Zeca
Olá meu querido amigo, como você está? Espero que bem.
Eu estava mexendo nuns papéis antigos e reli uma crônica que você me fez 3 anos atrás, lembrei tanto de você esses tempos que resolvi escrever.
Hoje é dia 24 de dezembro e está um calor danado aqui em São Bernardo, me mudei para o Silvina depois de uns dois meses que a Rebeca nasceu e foi uma das melhores coisas que fiz; a casa é bem maior, porém fica bem perto do ponto de ônibus lá na ponta do morro.
Por falar em Rebeca ela não para mais. Anda de um lado pro outro Zeca como se fosse a rainha da casa, pega as panelas e bate tudo no chão. Devaldo nem liga mais depois de comprar a quinta, e eu não faço questão também, ela precisa de brinquedos e eu me viro como posso sabe?
Falando nele, sua crônica foi importantíssima para mim Zeca, você sempre me estimulou a escrever e só fiz isso agora, depois de anos, porque me sinto muito mais segura e motivada. Ainda lembro de cada palavra sua. É claro que é meio desconcertante também, você escreve tão bem e eu não sabia nem articular o que se passava dentro de mim, agora vou te falar, da melhor forma que eu encontrar.
Devaldo parecia que tinha desistido de tudo, aquele jeito turrão e mandão dele de ser passou depois do primeiro ano da nossa filha, eu agradeci muito à Deus, mas ainda faltava alguma coisa sabe? Ele parecia fantasma dentro de casa Zeca, a gente não tinha brigado nem nada e ele me procurava bem pouco para fazer amor, dizia que a rotina do serviço estava acabando com ele mas eu não precisava me preocupar com nada, que focasse na pequena pra ela não ficar que nem as “meninas do pé do morro”. Elas gostam muito de transar Zeca, e com qualquer um que passe no pé do morro, qualquer um; eu já vi elas no mato e não vou nem dizer como porque quero esquecer.
Depois de ver aquilo dei razão pro meu marido, e mesmo ele me tratando um pouco melhor ainda não era o meu ideal, ele foi meu primeiro homem e eu esperava tanto dele, mas seus problemas sempre futucavam nosso lazer; fim de semana tinha um extra no serviço que era imperdível, mais seis horas longe de sua família, o que virou rotina depois de um tempo fazendo isso; pegou confiança e virou o ponta firme na firma que não faltava em nada.
Quanta decpção. Quando Rebeca fez um ano que desastrou tudo, ainda bem que tenho meus amigos lá do morro pra me dar assistência e fumar um né? Quem tem filho fuma também, não me julgue.
Eu acostumei não ter mais a presença dele em casa aos poucos, Rebeca sempre foi bem quieta e não me tomava muito tempo para o cuidado, mas isso porque amo essa menina e nunca me deixou nervosa. O fato é que comecei a me sentir bem sozinha, e carente sabe? Sem nenhum contato. Eu procurava Devaldo e ele nem aí pra mim, até que um dia aconteceu um troço inesperado Zeca, eu tinha mensagens de um crush do ônibus que queria porque queria me conhecer.
Não me julgue por falar o que vou falar. O nome dele era Jonas e disse que queria me conhecer, eu falei que pessoalmente não, mas a conversa foi rolando, eu disse da minha filha e ele me mostrou a dele, uma mulher já de dezesseis anos toda formada, o cara era “velho” e eu tinha vinte. Claro, não mencionei Devaldo pra ele.
Ele me dava toda a assistência que eu estava querendo, perguntava como foi meu dia, me ouvia, e a gente conversava sobre tudo Zeca, só achei uma coisa estranha. A primeira vez que ele me ligou achei super esquisito, sabe aqueles homens que tem a voz bem fina? Era a dele, mas chegava a parecer uma garota em certos momentos. Achei estranho mas foi só impressão.
Jonas não me faltava em nada, ele me fazia sentir como se fosse uma menininha de novo, ás vezes eu até esquecia que tinha um marido em casa Zeca, cheguei até a olhar pro Devaldo pensando nele, nas fotos que me mandava… sinto vergonha disso mas é a verdade. Mas também nunca fui tão fundo assim com ele, por mais que fosse gostoso eu não conhecia ele de fato e não ficava mandando fotos nem nada, mas me deixava num fogo que eu virava um rio.
Depois de uns quatro meses na conversa eu criei coragem e fui atrás dele, chamei para marcar um encontro e liguei né, ele esperava tanto por esse momento que o telefone quase não deu o primeiro toque. “Eu preciso te contar uma coisa antes da gente se ver”. O que era agora já que ele queria tanto? Esperei os trinta segundos mais longos da minha vida até que ele despejou tudo sem ensaio. Eu sou mulher.
Foram só três palavras, mas me deram uma rasteira literal, eu que estava em pé caí sentada no chão da cozinha Zeca, eu não podia acreditar. Fiz muitas perguntas e ela me respondeu todas com muita calma, apesar da minha revolta. Me disse que realmente pegava ônibus comigo e me achou linda, e depois de uma visita no face chamou um amigo dela, o Jonas. Ele fornecia tudo em tempo real, mas nos telefonemas e áudios era ela mesma.
Falei várias vezes pra ela que não gosto da mesma coisa que tenho no meio das pernas, não vejo graça Zeca. Ela ficou super triste, ainda mais quando teve que me passar o telefone do Jonas de verdade, queria pelo menos conhecer o cara que me apaixonei. Já faz um tempo que isso aconteceu e mesmo assim ainda lembro vez ou outra, me enganaram de uma esdruxula e me lembro exatamente como me senti.
Me lembrei de você e tudo que me dizia, tentei descrever o que sentia. Você já passou por isso; você passa uma noite inteira na rua, sozinho e com frio, e encontra um cantinho pra encostar e cochila por lá mesmo até o Sol começar despontar e tocar sua pele, te aquecendo aos poucos até brilhar bem forte e você voltar pra casa. Eu voltei para casa Zeca.
Deixei tudo isso de lado e pesquisei sobre aquilo que você me falava sempre, que a vida é efêmera e é importante viver bem; hoje entendo o que você me dizia. Fui nessa semana também no lugar que recebem os espíritos que você ia, me pediram para ter juízo olha só! Eu não discordei, até gostei da sensação que me trouxe.
Eu comecei a prestar mais atenção em casa depois do que aconteceu, e tive mais coragem para me abrir e falar com Devaldo, ás vezes eu só precisava estimular ele um pouco, e com o tempo ele foi me olhando de outra forma, viu que podia cofiar em mim como parceira; o stress do trabalho até diminuiu e o tempo dele lá também, começamos uma fase tão bonita Zeca. O espaço que ele preenchia com seus dedos agora tinha um toque mais sutil, e mesmo que o hábito ruim de olhar o telefone do outro tinha ido embora fazia um tempo me bateu uma curiosidade. Descobri que ele me traiu duas vezes com a mesma pessoa, ele transou com outra.
Não falamos disso nunca, ele não sabe que sei e eu não guardo rancor, ele se arrependeu nas mensagens com a garota e depois que as coisas melhoraram entre a gente me sinto muito mais feliz. Não vou dizer que o amo, mas me sinto apaixonada por ele cada dia mais, estamos nos descobrindo juntos Zeca. Não vou tomar mais o seu tempo, só queria dizer que o canto que você morava está muito bem iluminado agora.
Ontem o Pepeu me chamou pra fumar lá no escadão e disse que tinha uma surpresa, e que surpresa Zeca! Enquanto a gente fumava olhando pro Montanhão ele começou a iluminar todinho, foi ascendendo de baixo para cima, nunca vi ele tão bonito. O morro agora tem luz na rua.
Não me aguentei, olhei pra cima e comecei chorar quando vi que a Lua se encaixava bem na ponta do morro, parecia até que tinha sentado no campinho de terra; a árvore de natal mais bonita que montaram pra gente meu bem. Pepeu chorou comigo, dava pra ver os bracinhos balançando lá da ponta do morro de alegria.
Você faz falta Zeca, tiraram sua vida tão curta cara, mas como você mesmo diz, a vida é efêmera. Vou guardar sempre no meu coração a lembrança de cada momento e prometo abrir a mente de alguém com o que você me ensinou, e me ensina ainda. Vou queimar essa carta no pé do morro, quem sabe um dia quando você passar por lá veja todas essas palavras na poeira.
Te amo meu amigo.
submitted by CabacinhoBreaker to EscritoresBrasil [link] [comments]


2020.02.05 00:04 contadescartavel123 Tive vergonha de desabafar aqui

Olá, tudo bom? Pra ser sincero, depois de ler alguns posts aqui, fiquei até com vergonha de postar o meu. Pois bem, a situação é mais ou menos a seguinte: eu tive depressão praticamente 2/3 da minha vida e por conta disso sou quase um autista na arte do flerte. Eu consigo manter uma conversa com qualquer um numa boa mas aparentemente não consigo demonstrar as minhas intenções pras garotas, muito embora eu tenha tentado isso pouquíssimas vezes na vida. Pra complicar, já estou bastante velho (tenho 29) e sou virjão, fato que talvez seja relevante, mesmo que ninguém acredite. Vira e mexe eu vejo mulheres olhando pra mim na rua mas eu tenho uma paranóia de nunca saber se elas me acharam bonito ou se elas estão só olhando porque tem que olhar pra alguém mesmo. É aquele tipo de olhada que quando a pessoa que você está olhando resolve olhar pra você, você acaba desviando o olhar, sabem? Eu geralmente faço isso quando estou olhando pra pessoas que eu considero bonitas, mas como me considero um retardado tenho em mente que não sou parâmetro pra nada em relações sociais. Sempre que acontece isso eu tenho que ir no banheiro pois eu acho que tem alguma coisa errada na minha cara ou na minha roupa mas nunca tem nada. O fato de ninguém sequer me zoar de virjão me parece um indicativo que eu deva ter uma beleza pelo menos mediana ou que eu finjo bem, então creio que o meu problema seja algo na comunicação em vez de ser algo físico.
Agora mesmo, resolvi ir na academia e aconteceu exatamente essa situação com uma menina. Como ela estava naquele aparelho de ficar subindo uma escada infinita eu pensei em falar alguma coisa mas como foi tudo rápido, acabei não falando nada.
Sempre tive em mente por conta disso que eu iria morrer sozinho mas estou começando a sentir o chamado da natureza pra ter filhos e constituir uma família. Infelizmente eu caí no conto no niilismo e tenho tentado encontrar algum motivo pelo qual valha a pena viver. Pelas conversas que eu tive com o meu pai, acho que um filho seria isso. Pode não ser o caso e eu posso acabar sendo um péssimo pai e fazendo a criança sofrer mas creio que não.
Acho que eu queria saber mesmo como fazer pra iniciar uma conversa agradável com mulheres, de modo que eu consiga demonstrar segundas intenções. Eu até tenho um instagram mas nunca postei uma foto nem conversei com ninguém lá.
submitted by contadescartavel123 to desabafos [link] [comments]


2019.12.18 19:57 tortademorango Problemas de altura

Bom. Eu sou uma mulher de 24 anos. Tenho 1,92 de altura Não tinha como ser diferente. Meus pais são extremamente altos. Meu pai tem 2,11 e minha mãe tem 1,80. E a vida pra mim não é mto fácil como vocês devem imaginar
Não sou magra. Tenho 96kg. Então isso me faz uma mulher "grande" É um porre todo mundo olhar pra minha cara. Os olhares sempre são os mesmos. Olham pra minha cara, depois prós meus pés (provavelmente vendo se estou de salto) e depois pra minha cara novamente.
Já vi senhorzinho a se assustando comigo, alguns rapazes me olhando com cara de surpresa, meninas sussurrando uma pras outras e olhando pra mim. Sofri bullying, ouço comentários repetidos o tempo inteiro.
Pra achar roupas é uma merda. Todas ficam curtas e sou obrigada a me dirigir pro setor masculino. É uma merda bater a cabeça nas coisas. Ter q me abaixar pra entrar nos lugares. É uma merda dormir com os pés pra fora da cama. Mas nem são esses os problemas que me deixam mais triste.
Nunca tive um namorado. Inclusive sou BV.
Eu sempre sonhei em ter alguém que me amasse. E eu nem sou exigente, nem procuro um homem mais alto ou mais forte. Só quero uma pessoa bacana que goste de mim como eu sou e não tenha vergonha de mim. Eu não sou feia, sou até bonita de rosto. Também acho que tenho um corpo até que ok. Conheci alguns rapazes pela internet. Eles me acham bonita, mas quando falo minha altura. Eles claramente broxam. Eles não se aproximam de mim (os poucos que se aproximam são babacas). Eu sou tímida mas tento ser legal e conversar, mas nenhum demonstra interesse e eu sei que é por causa da minha altura. Já me disseram q homens se sentem "intimidados" por mulher desse tamanho.
As vezes eu odeio minha altura (quase sempre)
Não vou mentir. Eu queria ser baixinha. Ter um namorado que me amasse, me pegasse no colo e me sentir protegida. Queria me sentir fofa. Mas não adianta sonhar. Isso não vai acontecer comigo.
Me sinto cada vez mais triste e minha depressão anda só piorando.
Mais um ano vai se passar e eu sozinha mais uma vez. Olhando pros fogos desejando ser menos solitária
submitted by tortademorango to desabafos [link] [comments]


2019.10.22 06:23 maribelle-ish Me disseram hoje que minha foto de perfil é "enganadora"

Usando uma conta throwaway, desculpa pessoal. É só porque o tipo de coisa que vou dizer nesse desabafo é o tipo de coisa que não quero que saibam que sou eu reclamando (amigos meus usam reddit e sabem meu usuário habitual aqui).
Então, eu comecei recentemente a jogar um jogo de celular e tava procurando uma comunidade pra falar sobre (não tem reddit sobre ele). Pedi pra entrar numa comunidade BR do Facebook e um cara me add como amiga na hora. Eu vi que ele era admin do grupo, aí pensei que talvez ele quisesse me perguntar algo sobre o jogo, vai que a comunidade estivesse com problema com spam, sei lá.
Eu mal respondi o "oi" que ele me mandou por mensagem, e ele já começou a me chamar de "linda", "gata", etc. Não dei muito assunto por esse lado, foquei em falar do jogo e do porquê de eu querer entrar na comunidade. Ele disse que só me deixaria entrar se eu desse meu Whatsapp pra ele. Eu disse "bom, então não, passar bem". Aí ele começou a se desculpar, me aceitou na comunidade e começou a falar sobre o jogo, disse que era desajeitando falando com "meninas bonitas" e tal. Muito bem, seguimos conversando sobre o jogo.
Aí do nada ele me diz. "Vem cá, eu tava olhando o seu perfil... Você tem 27 anos mesmo?". Eu disse que sim. "Nossa, sério? Tu tem toda essa idade mesmo?? Eu achei que você tinha uns 17-18 no máximo". Aí eu mandei um "kkk obrigada". Aí ele ficou quieto e eu segui grindando no meu jogo. Aí ele me diz "eu tava olhando as tuas fotos, tu é gorda. Porra, por que tu colocou essa foto no perfil? Tu parece bonita nela, tu colocou ela pra enganar? Pra não verem que tu é velha e gorda?" e aí começou a me xingar e tal. Mandei ele tomar no cu, bloqueei o idiota e saí da comunidade.
Gente, eu fiquei chocada. Minha foto de perfil no Face é uma selfie, mostrando o meu rosto. Tirei em julho na frente do meu trabalho, porque eu tinha comprado um batom novo, queria mostrar pra minha amiga e perguntar se a cor ficava bem em mim. Gostei da selfie e coloquei no perfil do Face porque fazia anos que eu não trocava a foto. Não editei a foto nem nada, é literalmente a minha cara. Sou bochechuda afu e tenho uma cara de criança mesmo (recentemente, reencontrei uma mina que foi vizinha minha há 20 anos e ela me reconheceu, porque disse que eu sigo com a mesma cara), mas eu fiquei me sentindo horrível de ter sido acusada de estar tipo "catfishing".
Isso fez vir a tona várias inseguranças que eu tenho com a minha aparência e com o meu jeito de ser. Nunca namorei, nunca transei. Na verdade, eu nunca nem beijei ninguém na vida. E isso é o tipo de coisa que normalmente não me incomoda ou que pelo menos eu me forço a pensar que não me incomoda. Eu não tenho muito interesse em gente no geral (exceto meus amigos); eu nunca nem considero que existe gente no mundo que se interessa por mim sexualmente/romanticamente. E aí alguém se interessa. E vem criticar a minha aparência. Isso aconteceu já antes, fiquei me sentindo um lixo e vim aqui reclamar pra vocês. Pois é, hoje precisei reclamar de novo. Pelo menos, é catártico escrever sobre pra totais desconhecidos.
Sei lá, foi mal o post desconexo. Só queria desabafar mesmo. Tenham uma boa noite e desculpa pelo post longo.
submitted by maribelle-ish to desabafos [link] [comments]


2019.09.05 13:36 TaoQingHsu Pusa World-Sounds-Percebendo em Universal Door Chapter

Tradutor no tempo de pós-Qin, China (AD. 344-413): Kumārajīva (que traduziu o referido capítulo de sânscrito para chinês). Tradutor nos tempos modernos (D.2018): Tao Qing Hsu (que traduziu o dito capítulo do chinês para o inglês). Professor, palestrante e escritor para esta escritura: Tao Qing Hsu Naquele momento, Pusa Endless-Meaning levantou-se do assento, descobriu o ombro direito, fechou as palmas das mãos, encarou o Buda e disse que “Honrado pelo Mundo! Por qual causa e condição é a Pusa World-Sounds-Perceiving chamada World-Sounds-Perceiving? O Buda disse ao Pusa Endless-Meaning: "Bom homem! Se houvesse infinitos milhares de seres sencientes afetados por todos os tipos de problemas, eles ouviram Pusa World-Sounds-Percebendo e chamaram seu nome de uma só vez, Pusa World-Sounds- Perceber iria imediatamente perceber os sons e libertar todos eles do sofrimento, se as pessoas recitassem e mantivessem o nome Pusa World-Sounds-Perceiving, supondo que eles entraram em um incêndio, eles não poderiam ser queimados, isso é tudo porque o Pusa é impressionante poder espiritual, se eles estavam se afastando da água, eles chamavam o nome, e eles estariam em um lugar raso.Se os cem trilhões de seres sencientes entrassem no mar, a fim de buscar ouro, prata, vidro, ágata, coral, âmbar, pérola e outros tesouros, e supondo que seu navio foi soprado pelo vento negro e estava flutuando no reino do fantasma de Raksasa, qualquer um deles e até mesmo apenas uma pessoa que recitou o nome de Pusa World-Sounds-Perceber essas pessoas tudo pode ser liberado da aflição no Raksasa. Por causa das causas e condições acima mencionadas, foi chamado World-Sounds-Perceiving ". "Além disso, se as pessoas pudessem ser mortas, eles recitaram o nome da Pusa World-Sounds-Perceiving, a faca segurada seria seriamente quebrada em pedaços, e então eles seriam libertados. Se os três mil e mil grandes países estivessem cheios de Yasha e Raksasa, que queriam incomodar as pessoas, aquelas pessoas ouviram o nome de Pusa World-Sounds-Perceiving, os fantasmas perversos não podiam olhar para aquelas pessoas pelos olhos do mal, muito menos para prejudicá-los. Algemas e algemas, se em culpa ou inocência, recitado e chamado o nome de Pusa World-Sounds-Perceiving, esses grilhões seriam quebrados e ele seria liberado.Se os três mil e mil grandes países estavam cheios de ódio ladrões, um chefe mercante possuía pesados ​​tesouros de todos os mercadores e passava por estradas perigosas, um deles canta: "Todos os homens bons! Não fique apavorado, você deve chamar o nome de Pusa World-Sounds-Perceiving single mindedly. A Pusa pode dar a todos os seres sencientes o destemor. Se você recitou e chamou seu nome, certamente livrará de tais ladrões de ódio. Quando todos os homens de negócios ouviram isso, todos gritaram: “Na Mo Pusa, o Mundo Sons - Percebendo!” Então, eles foram imediatamente libertados por recitar e chamar seu nome. “ "Endless-Meaning! O poder da espantosa espiritualidade do Buddhisattva World-Sounds-Perceber é tão majestoso e elevado como o dito. Se os seres sencientes tinham muito desejo sexual, e então consistentemente recitavam e respeitavam o Pusa World-Sounds-Perceiving, eles Então, se eles tivessem muito ódio, e então repetissem e respeitassem consistentemente a Pusa do Mundo-Percepção dos Sons, eles iriam deixar o ódio, se tivessem muita estupidez e paixão, e então recitassem e respeitassem consistentemente o Pusa. O Mundo-Sons-Percebendo, eles deixariam assim a paixão. ”Endless-Meaning! Pusa World-Sounds-Perceiving tinha um grande poder como esses, e tinha misericórdia e conferia a todos os seres sencientes o grande benefício. recite seu nome em mente. Se houvesse uma mulher que quisesse um menino, adorasse a Pusa World-Sounds-Perceiving e oferecesse algo a ela, um menino teria felicidade e virtude (fortuna e sabedoria); se ela pretendesse ter uma menina, ela teria uma menina bonita e digna que possuía as raízes da virtude plantadas na vida passada e eram consideradas por todas as pessoas. Significado sem fim! Pusa World-Sounds-Perceiving tem esse poder como estes. Se houvesse seres sencientes, que respeitassem e adorassem a Pusa, a sua felicidade acumulada no plantio não seria em vão. Portanto, todos os seres sencientes devem recitar e manter o nome de Pusa World-Sounds-Perceiving ". Se houvesse seres sencientes, que respeitassem e adorassem a Pusa, a sua felicidade acumulada no plantio não seria em vão. Portanto, todos os seres sencientes devem recitar e manter o nome de Pusa World-Sounds-Perceiving. "Endless-Meaning! Se houvesse alguém que recitasse e mantivesse o nome de Pusa no número de 62 bilhões de Ganges, e exaustivamente lhes oferecesse comida, roupa, roupa de cama e remédios, o que você acha? O bom homem ou a boa mulher tem tanto mérito e virtude ou não? " Endless-Meaning disse: "Muitos! Mundo honrou um!" O Buda disse: "Se houvesse uma pessoa que recitasse e aceitasse o nome Pusa World-Sounds-Perceiving, mesmo uma adoração e oferenda de uma só vez, a bem-aventurança das duas pessoas seria exatamente igual, não diferente, e seria infinita nos cem bilhões de miríades de eras. Sem fim - Significado! Recitar e manter o nome de Pusa Mundo-Sons-Percebendo terá tal benefício de imensurável ilimitada felicidade e virtude. " Endless-Meaning disse ao Buddha: "Mundo honrado! Como é que a Pusa World-Sounds-Perceiving faz um tour neste Mundo Saha? Como se fala da lei de Buda para todos os seres sencientes? O que usa o poder da conveniência?" O Buda disse a Pusa Endless-Meaning: "Bom homem! Se seres sencientes em qualquer país devem ser salvos pela forma e pelo corpo de Buda, a Pusa-Sense-Percebida aparecerá na forma e corpo de Buda e falará da lei de Buda Se eles pudessem ser resgatados pela forma e pelo corpo de Pratyeka-Buddha, Pusa apareceria na forma e no corpo mencionados, e falaria da lei de Buda para eles: se eles fossem resgatados pela forma e pelo corpo de Sravaka, Pusa apareceria a forma e corpo ditos, e falaria da lei de Buda para eles.Se eles fossem resgatados pela forma e corpo de Brahma King, Pusa apareceria a dita forma e corpo, e falaria a lei de Buda para eles Se eles deveriam ser resgatados pela forma e corpo de Sakra, Pusa apareceria a forma e corpo mencionados, e falaria da lei de Buda para eles.Se eles fossem resgatados pela forma e corpo de Maheshvara, Pusa apareceria disse forma e corpo, e falar da lei de Buda para eles.Se eles devem ser resgatados pela forma e corpo do grande general do céu, Pusa apareceria a forma e corpo mencionados, e falaria da lei de Buda para eles. Se eles deveriam ser resgatados pela forma e corpo de Vaisravana, Pusa apareceria na forma e corpo mencionados, e falaria da lei de Buda para eles. Se eles deveriam ser resgatados pela forma e corpo do pequeno rei, Pusa apareceria na forma e corpo mencionados, e falaria da lei de Buda para eles. Se eles deveriam ser resgatados pela forma e pelo corpo dos idosos, Pusa apareceria na forma e corpo mencionados, e falaria da lei de Buda para eles. Se eles deveriam ser resgatados pela forma e pelo corpo da Igreja Budista, Pusa apareceria na forma e corpo mencionados, e falaria a lei de Buda para eles. Se eles deveriam ser resgatados pela forma e corpo do Primeiro Ministro, Pusa apareceria na forma e corpo mencionados, e falaria da lei de Buda para eles. Se eles deveriam ser resgatados pela forma e corpo de Brahman, Pusa apareceria a forma e corpo mencionados, e falaria da lei de Buda para eles. Se eles deveriam ser resgatados pela forma e corpo do monge budista, monja budista, Upasaka e Upasika, apareceria a dita forma e corpo, e falaria da lei de Buda para eles. Se eles deveriam ser resgatados pela forma e corpo da mulher que são os idosos ou leigos budistas ou primeiro-ministro ou Brahman, ela imediatamente se transformaria e apareceria na forma e no corpo da mulher, e falaria da lei de Buda para eles. Se eles deveriam ser resgatados pela forma e corpo de menino ou menina, ele se transformaria e apareceria na forma e no corpo, e falaria da lei de Buda para eles. Se eles deveriam ser resgatados pela forma e corpo do céu ou dragão ou Yaksha ou Gandharva ou Asura ou Garuda ou Rahula ou Kinnara ou humano parecido mas não como humano, ele se transformaria e apareceria na forma e no corpo, e falaria do Buda - decida por eles. Se eles fossem resgatados pela forma e corpo de Vajradhara, ele iria transformar e apresentar a forma e o corpo mencionados, e falar da lei de Buda para eles. "Significado sem fim! O Pusa World-Sounds-Percebendo realiza esse mérito e virtude, por várias formas, percorre todos os países e resgata os seres sencientes. Portanto, você deve oferecer algo para a Pusa World-Sounds-Perceber com a mente única. A percepção pode proporcionar a todos os seres sencientes o medo do medo, da crise e da dificuldade. É assim que neste mundo Saha todos os chamam de doador de destemor (significa que dá a todos os seres sencientes o destemor). Endless-Meaning disse ao Buddha e disse: “Honrado pelo Mundo! Eu deveria oferecer algo para a Pusa World-Sounds-Perceiving agora. ”Então, de seu pescoço, ele desatou todos os colares de jades e pérolas e ouro de mais de mil onças, deu-os à Pusa World-Sounds-Perceiving e disse : "O benevolente! Por favor, aceite tais ofertas da lei de Buda, os tesouros e colares de jades e pérolas. Naquela época, a Pusa World-Sounds-Perceiving não aceitou. Endless-Meaning disse à Pusa World-Sounds-Perceber novamente e disse: “O Benevolente! Para ter pena de nós, por favor, aceite estes colares de jade e pérolas. Na época, o Buda disse à Pusa World-Sounds-Perceiving: “Você deve aceitar os colares de jades e pérolas para ter pena de Pusa Endless-Meaning, as quatro congregações, e céu ou dragão ou Yaksha ou Gandharva ou Asura ou Garuda ou Rahula ou Kinnara ou humano parecido, mas não como humano. ”De uma maneira oportuna, o Pusa World-Sounds-Perceiving aceitou os colares de jades e pérolas para ter pena de todas as quatro congregações, o céu, dragão, humano parecido mas não humano, e assim por diante. . Ele os dividiu em duas partes. Uma parte foi fornecida ao Buda Sakyamuni. A outra parte foi fornecida a muitos tesouros - Buddha Stupa. “Endless-Meaning! A Pusa do Mundo-Percepção dos Sons possui o poder da espiritualidade livre como estes, para percorrer o Mundo Saha. Na época, o Pusa Endless-Meaning usava versos para perguntar e dizer: Honrado pelo Mundo tem a aparência milagrosa. Eu agora pergunto a ele novamente. O discípulo budista é por qual causa e condição, Ser nomeado como World-Sounds-Perceiving. Completamente tendo a aparência milagrosa, O homenageado responde Endless-Meaning por verso. Você ouve o comportamento da World-Sounds-Perceiving. Ele habilmente responde a todos os lugares. Seus vastos votos profundos como o mar Mesmo durante os tempos de eras, é inconcebível. Servindo mais de cem bilhões de Buda, Grandes e puros votos são feitos. Eu te digo em breve. Ao ouvir seu nome e ver sua forma ou corpo, Consciente de seu nome incessantemente, Pode extinguir todo o sofrimento. Se um pensamento surgiu para prejudicar as pessoas E empurre-os para um buraco de fogo grande Para pensar no poder dos sons percebendo, O poço de fogo se transformaria em uma piscina. Ou vagando em um vasto mar, Enfrentando as dificuldades de dragões, peixes e todos os fantasmas, Para pensar no poder dos sons percebendo, A onda não poderia afogá-los. Ou estar no Sumeru, Sendo empurrado por outros e caindo, Para pensar no poder dos sons percebendo, Ele iria morar no céu como o sol. Ou ser perseguido pelas pessoas más Caindo na Montanha Vajra, Para pensar no poder dos sons percebendo, Um único cabelo não pode ser danificado. Ou estar cercado pelos ladrões de ódio, Pode ser ferido por cada faca, Para pensar no poder dos sons percebendo, Todos eles teriam o coração da compaixão. Ou encontrando o sofrimento do problema de um rei, Enfrentando a pena e a vida sendo terminada, Para pensar no poder dos sons percebendo, Cada faca seria seriamente quebrada em pedaços. Ou ser preso e com algemas Mãos e pés sendo algemados Para pensar no poder dos sons percebendo, Todos estão aliviados e seriam libertados. Ou pode ser prejudicado pela maldição e todas as ervas venenosas, Para pensar no poder dos sons percebendo, Tudo de volta para a pessoa auto-má. Ou enfrentando o malvado Raksha, Dragão venenoso, todos os fantasmas e assim por diante Para pensar no poder dos sons percebendo, Eles não ousariam prejudicá-lo. Ou sendo cercado por feras do mal, Sendo assustado por seus dentes afiados e garras, Para pensar no poder dos sons percebendo, Todos os animais correm rapidamente para longe. Ou havia a víbora e o inseto venenoso, O gás tóxico e a fumaça queimada. Para pensar no poder dos sons percebendo, Eles seguiriam os sons e voltariam. Ou nuvem e trovão tamborilando para puxar o relâmpago, Queda de granizo e chuva tempestiva, Para pensar no poder dos sons percebendo, Tudo se dissiparia a tempo. Os seres sencientes estão presos por aflições. Dificuldades ilimitadas oprimem seus corpos. A World-Sounds-Perceiving tem o poder da sabedoria maravilhosa. Isso pode resgatá-los do sofrimento mundano. Está cheio do poder de habilidade notável, Pratica amplamente a conveniência da sabedoria. Todos os países em qualquer lugar, Não há lugar que não apareça. Os vários malvados, Esses são infernos, fantasmas e animais Bem como o sofrimento do nascimento, envelhecimento, doença e morte, Todos são eliminados gradualmente.
Está cheio da verdadeira percepção, O limpo percebendo, A sabedoria ampla percebendo, O simpático percebendo, E a percepção benevolente, Todos os seres sencientes estão dispostos a mostrar sua reverência por isso constantemente. Luz imaculada e limpa, Como o sol da sabedoria Isso rompe toda escuridão, Pode subjugar calamidades de vento ou fogo, E brilhantemente brilhe o mundo universalmente. O preceito do corpo compassivo é como tempestades. A mente benevolente é tão milagrosa quanto as grandes nuvens. O melado da lei de Buda chover no tempo é como a chuva. Isso extingue a chama da aflição. Tendo a luta e ação judicial através do tribunal, Sendo aterrorizado no campo de batalha, Para pensar no poder dos sons percebendo, Todo o ódio se retiraria. Sons maravilhosos é o Mundo-Sons-Percebendo, Como os sons sânscritos e sons da maré, Estando além de todos os sons mundanos, Assim, devemos recitá-lo constantemente. Recitando de novo e de novo e não duvide, World-Sounds-Perceiving é o puro santo. Nas dificuldades do sofrimento, problemas e morte, Pode ser dependido e nos proteger.
Tendo todo o mérito e virtude, Olhando para os seres sencientes com olhos benevolentes, A felicidade acumulada incomensuravelmente como o mar, Portanto, devemos obedecer a isso. Na altura, a Pusa Flatland-Holding levantou-se do banco e disse a Buda: “Honrado pelo Mundo! Se qualquer ser senciente ouviu o comportamento livre do Capítulo Percebendo os Sonhos Mundiais de Pusa, que manifestou o maravilhoso poder da espiritualidade pelo caminho universal da porta, saberemos que essa pessoa não tem menos mérito e virtude. ”Quando o Buda disse o universalmente capítulo da porta, os oito e quatro mil seres sencientes da congregação prometeram ter o coração da sabedoria da igualdade suprema-desperta. Tradução original em inglês: Pusa World-Sounds-Perceiving in Universally Door Chapter
Se você acha que os artigos acima são bons para as pessoas, sinta-se à vontade para compartilhar esses artigos com seus amigos.
https://po-bvlwu.blogspot.com/2018/07/pusa-world-sounds-percebendo-em.html
submitted by TaoQingHsu to u/TaoQingHsu [link] [comments]


2019.07.07 21:34 ThatsMoreStep Hoje vi a mulher mais bonita da minha vida.

Seguinte, depois de anos sem avistar o planeta terra de uma alta distância, eu estava hoje viajando de avião. Pego o primeiro vôo, no nervosismo acabo sendo meio lerdo mas tudo tranquilo. Na conexão q eu fiz que ia pra Cuiabá, eu entro no avião e já noto uma aeromoça bem bonita. Procedimento padrão, ela dá bom dia pra todo mundo e tal, ela dá bom dia pra um cara, olha pra mim, dá bom dia pro próximo, olha pra mim, dá bom dia pro q tava na minha frente, na minha ""vez"" eu meio q soltei o bom dia meio rápido demais mas dane-se, ninguém conta os segundos q cada um fala(Also, pra deixar claro, quando falo q ela "olha pra mim, é aquela olhada rápida, meio que "checando"). E foi nesse momento, passando na frente dela e olhando melhor pra ela, que eu notei: eu nunca tinha visto uma mulher tão bonita, em toda a minha vida. E não, não tô dizendo que só vi gente feia até hoje, já me apaixonei bastante na adolescência por garotas lindas, mas nunca foi tão rápido. Não conseguiria dar muita clareza de como ela é, se não utilizasse da semelhança dela com a atriz Rayana Carvalho(aquela que fazia a Pilar, no rebeldes da record), já que a diferença maior de rosto é q o da moça é mais fino, e o cabelo dela era curto, na altura dos ombros, preto e liso, outra característica marcante pra mim foi a maquiagem, principalmente aquela paradinha de olho da gato, que faz um risco preto meio que puxando os olhos e tal. Porém, durante o restante do vôo não ouve mais nada muito especial, afinal ela agia com uma profissionalidade e pontualidade dignas da companhia :v Enfim, quis compartilhar isso por que foi a primeira vez que senti em mim aquela sensação que dizem de "perder o fôlego", talvez os quilômetros de altura tenham ajudado, e, se por algum milagre, você, aeromoça q tem as características que mencionei, fez esse vôo de conexão para Cuiabá no dia 7/7/2019, se pronuncie(por PM ou nos comentários, whatever) e me diz o seu primeiro nome(pq eu guardei, e não vou dar chance de um random me mandar PM troslando), seria meu prazer dizer diretamente pra TI o quanto tu fez meu dia melhor só por existir ali, e pra falar a vdd seria interessante te perguntar se tu estava me olhando me achando bonito ou olhando tipo "qq esse mlk tá olhando pra mim wtf"(ou outro motivo, não existem só esses dois né). Ou ainda, se tu conhece uma menina q preencha essa descrição (aeromoça, parece com a atriz, cabelo curto, preto e liso) talvez mostre esse post pra ela? sei lá, também não me importa a situação de relacionamento dela, isso aqui não é um tinder da aviação
E pra terminar esse post, you're breathtaking!
submitted by ThatsMoreStep to brasil [link] [comments]